Campanha presidencial

Lula promete reforma tributária que faça os mais ricos pagarem mais impostos

Presidenciável ainda defendeu alterar leis trabalhistas, mas com “negociações entre trabalhadores e empresários”

Por  Reuters -

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse nesta quinta-feira (14) que, se for eleito, terá que fazer uma reforma tributária que aumente a taxação das camadas mais ricas da população e diminua o impacto sobre os mais pobres.

“Vamos ter que fazer uma reforma tributária que leve em conta que quem ganha mais tem que pagar mais. Uma reforma que não permite que a pessoa que viva com seu salário de 3, 4 mil reais, ao comprar um produto, pague o mesmo o que paga o presidente de um banco”, disse Lula em um evento com todas as centrais sindicais em que recebeu um documento com propostas para seu plano de governo.

Acompanhado do ex-governador Geraldo Alckmin (PSB), que será seu companheiro de chapa nas próximas eleições, Lula se comprometeu ainda a alterar as leis trabalhistas caso seja eleito, mas que o fará com negociações entre trabalhadores e representantes dos empresários.

“Queremos chamar as centrais sindicais e o presidente da Fiesp, da Febraban… não vamos deixar ninguém de fora”, afirmou. “Não queremos negar ao empresário, ao banqueiro, o comerciante, o fazendeiro o direito de falar. Mas eles têm que falar em uma mesa de negociação onde os trabalhadores estejam representados.”

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe