Balanço em Wall Street

Lucro do Facebook dobra no 2º tri e receita sobe 56%, mas empresa avisa que crescimento vai “desacelerar” no segundo semestre

No período, a rede social lucrou US$ 10,4 bilhões e registrou uma receita de US$ 29,08 bilhões, impulsionada por campanhas de publicidade

Por  Mariana Zonta d'Ávila

SÃO PAULO – O Facebook (FBOK34) registrou lucro líquido de US$ 10,4 bilhões no segundo trimestre de 2021, o dobro do registrado no mesmo período do ano passado, informou a companhia nesta quarta-feira (27), após o fechamento do pregão.

Nos últimos três meses, a gigante de tecnologia que tem seus papéis negociados na Nasdaq, nos Estados Unidos, registrou um lucro por ação de US$ 3,61, superando a estimativa de analistas consultados pela FactSet, de US$ 3,04 por papel.

Já a receita da rede social, que deriva em grande parte de publicidade, subiu 56%, para US$ 29,08 bilhões, também acima do esperado pelos analistas, de US$ 27,85 bilhões.

Contudo, segundo a companhia, após o forte resultado no último trimestre, as taxas de crescimento da receita total nos próximos trimestres devem desacelerar.

“Ao vermos o crescimento em uma base de dois anos, para excluir os efeitos da retomada pós-Covid, esperamos que o crescimento da receita total de um ano a outro desacelere modestamente no segundo semestre de 2021 em comparação com a taxa de crescimento registrada no segundo trimestre”, escreveu David Wehner, CFO do Facebook, em nota.

“Continuamos esperando um aumento na segmentação de anúncios em 2021 com as mudanças regulatórias e de plataforma, notadamente as atualizações recentes do iOS, que esperamos ter um impacto maior no terceiro trimestre em comparação com os últimos três meses. Isso é levado em consideração em nossa perspectiva”, completou.

O número de usuários mensais no Facebook ao redor do mundo cresceu 7% entre os meses de abril a junho, para 2,9 bilhões – em linha com o esperado. A base de usuários diários na plataforma cresceu na mesma magnitude, para 1,91 bilhão.

Já o número de funcionários somava 63.404 em 30 de junho, aumento de 21% em relação ao mesmo período de 2020.

Após o fechamento do pregão nesta quarta, os papéis do Facebook apresentavam queda de 3,5%, a US$ 359,78.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em 2021, as ações do Facebook acumulam alta de 37%, ante valorização de 17% do índice S&P 500 no período.

Transformar a Bolsa de Valores em fonte recorrente de ganhos é possível. Assista a aula gratuita do Professor Su e descubra como.

Compartilhe