Lucro da Johnson & Johnson cresce; ações caem

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

A Johnson & Johnson divulgou hoje os resultados referentes ao quarto trimestre de 2000. A empresa anunciou que o lucro cresceu 16%, em relação ao mesmo período de 1999, estando acima das estimativas do mercado. O impulso veio do forte crescimento nas vendas de medicamentos chave.
A fabricantes de diversos produtos farmacêuticos reportou lucro operacional de US$ 924 milhões, ou US$ 0,65 por ação no quarto trimestre de 2000, em comparação com o lucro de US$ 796 milhões, ou US$ 0,56 por ação referente ao mesmo período do ano anterior. O lucro ficou um pouco acima da projeção inicial de analistas, que esperavam lucro de US$ 0,64 por ação no quarto trimestre. A receita de vendas subiu 3,4% totalizando US$ 7,1 bilhões, contra o faturamento de US$ 6,9 bilhões referente ao último trimestre de 1999.
As ações da Johnson & Johnson operam em ligeira queda de 0,53%, sendo negociadas a US$ 93,81. Investidores acreditam que o crescimento de apenas 3% na receita do trimestre impede que as ações da empresa se valorizem significantemente.

Compartilhe