Aquisição

Lojas Renner anuncia contrato para compra da plataforma de revenda Repassa

"Essa aquisição representa mais um passo rumo à consolidação do ecossistema de moda e lifestyle da Lojas Renner", afirmou em comunicado

A Lojas Renner (LREN3) comunicou nesta quinta-feira (15) contrato para aquisição da plataforma Repassa Intermediação de Negócios.

A Repassa, destaca a companhia, é uma plataforma online de revenda de roupas, calçados e acessórios que atua em
todo o território nacional.

“Essa aquisição representa mais um passo rumo à consolidação do ecossistema de moda e lifestyle da Lojas Renner, com grande aderência à estratégia ESG da companhia. O ecossistema tem um potencial muito grande sob exploração e a
Companhia continuará aliando investimentos orgânicos e inorgânicos para acelerar esta construção”, aponta a companhia.

A Operação não está sujeita à aprovação dos acionistas em Assembleia Geral, de acordo com o disposto no artigo 256 da Lei das Sociedades por Ações, destacou.

A conclusão da operação está condicionada a determinadas questões negociais acordadas entre as partes. O fundador e os principais executivos do Repassa permanecerão na empresa.

“Esta aquisição é o primeiro movimento inorgânico para a consolidação do nosso ecossistema de moda e lifestyle. Representa mais um passo desta jornada de evolução, dentre outras relevantes etapas que ainda temos pela frente. Além disso, tem grande aderência aos nossos pilares de atuação, focados na digitalização, na inovação e na sustentabilidade”, comenta o diretor presidente da Lojas Renner, Fabio Faccio.

O Repassa é uma startup nativa digital fundada em 2015 com base nas premissas ESG, e que conta atualmente com 300 colaboradores. A plataforma online, com foco exclusivo em moda, estimula o consumo consciente e prolonga a vida útil de roupas, calçados e acessórios em bom estado de conservação, gerando impacto ambiental e social positivo nesse processo.

Em 2020, a Renner iniciou uma parceria com o Repassa, quando algumas lojas da varejista passaram a fornecer as “Sacolas do Bem” utilizadas pelos usuários para colocar e enviar ao Repassa as peças a serem revendidas. A receptividade dos clientes foi decisiva para a evolução do processo de aquisição.

“A união do Repassa com a Lojas Renner foi algo natural. Desde o início de nossa parceria, no ano passado, fomos percebendo grande sinergia nos negócios, na criação de valor para os clientes e, principalmente, no alinhamento dos propósitos e valores das companhias. Esperamos que essa união traga muito crescimento para o Repassa e que nós possamos encantar os clientes da Lojas Renner de todo o Brasil com uma moda mais consciente e circular”, diz o fundador do Repassa, Tadeu Almeida.

PUBLICIDADE

Ao contrário das plataformas de revenda peer to peer, que promovem a negociação direta entre os participantes, o Repassa opera no modelo gerenciado, com curadoria e controle de qualidade das peças e de toda a jornada do consumidor durante as transações – o que permite uma prestação de serviço mais completa e maior conveniência ao usuário, proporcionando encantamento, destacou a companhia.

Nesse sentido, todo o processo de avaliação física, precificação, fotos, manipulação, anúncio e entrega é feito pelo Repassa, o que gera menos trabalho ao vendedor. Os vendedores recebem um percentual sobre as receitas, que pode ser sacado mediante transferência bancária, usado para compras no site ou doado para ONGs parceiras. As peças reprovadas na etapa de curadoria também podem ser doadas. “O Repassa tem aderência ao nosso ecossistema em termos de posicionamento, experiência do consumidor, assim como valores e propósito”, acrescenta Fabio.

Quer entender o que é o mercado financeiro? Assista à série gratuita “Carreira no Mercado Financeiro” e conheça o setor da economia que paga os melhores salários de 2021.