Falsidade?

Livro revela aversão de Hillary Clinton a Obama: “incompetente e irresponsável”

De acordo com o The New York Post, livro de Edward Klein ressalta que Hillary não gosta de Obama, nem da forma como o atual presidente norte-americano trata os Clintons

Por  Lara Rizério

SÃO PAULO – Enquanto Hillary Clinton teceu elogios à presidente brasileira Dilma Rousseff em seu livro “Hard Choices”, a opinião dela é bem diferente quando se trata de Barack Obama. Isso de acordo com o livro “Blood Feud”, do ex-editor chefe do The New York Times Magazine Edward Klein. Segundo o autor, o novo livro afirma que a ex-secretária de estado e muito provável candidata à presidência dos EUA teria chamado o presidente Barack Obama de “incompetente e irresponsável”.

Klein registra que os comentários de Hillary ocorreram em um jantar realizado em maio de 2013 com amigos de faculdade, de acordo com o The New York Post. “Quando os seus amigos perguntaram à Hillary o que achavam de Obama, ela falou sobre ele com um ‘furor’ que surpreendeu a todos”. 

O livro ainda acrescentou que Hilllary teria vociferado que “a questão com Obama é que ele não pode ser incomodado e que ele não tem direção. Essa é a história da presidência de Obama. Ele se transformou em uma piada”, destaca a publicação, citando Klein.

Para ela, Obama permitiu que o ódio dele por seus inimigos estragasse o caminho feito por Nixon, de acordo com informações do livro, acrescentando que ela o chamou de “incompetente e irresponsável”.

Hillary também elogiou seu marido, Bill, louvando suas habilidades de presidência e de liderança – e se queixou amargamente sobre o tratamento ruim que os Clintons teriam recebido do atual presidente, já que Obama os teria tratado de forma “mesquinha”. 

E Bill Clinton compartilharia a aversão de sua esposa com Obama. “Eu odeio o Obama mais do que qualquer homem que eu já conheci, mais do que qualquer homem que já viveu”, teria dito Bill a amigos, de acordo com o livro.

Compartilhe