Novo nome

Light (LIGT3) elege Octávio Lopes, fundador da Equatorial (EQTL3), como novo CEO; ações fecham com salto de 11,72%

O executivo assume o comando da companhia em 15 de agosto

Por  Equipe InfoMoney -

A Light (LIGT3) informou na noite de terça-feira que seu conselho de administração elegeu Octávio Lopes para o cargo de diretor presidente.

O executivo assume o comando da companhia em 15 de agosto. Ele é fundador da Equatorial Energia (EQTL3), companhia do setor elétrico brasileiro reconhecida pelos níveis de eficiência e capacidade de recuperação de ativos deficitários.

A reação do mercado ao anúncio é positiva. Os ativos registraram disparada de 11,72%, a R$ 5,91.

Lopes também atuou na companhia de private equity GP Investments e ocupou assentos em conselhos de administração de diversas empresas, entre elas Magnesita, RHI Magnesita, Gafisa, Webmotors e a própria Light. Atualmente, é CEO da Tok&Stok.

A Light buscava um diretor-presidente desde o fim de junho, quando Raimundo Nonato apresentou sua renúncia, o que levou a uma forte queda de mais de 15% das ações da companhia na sessão pós-anúncio.  A elétrica informou que seguiria com seu plano de ação.

Embora tenha sido justificada por “motivos pessoais”, a saída de Nonato foi interpretada no mercado como uma evidência das dificuldades enfrentadas pela elétrica fluminense em realizar um “turnaround” bem sucedido de suas operações, principalmente em melhorar seus níveis de perdas. Nonato também tinha feito carreira na Equatorial Energia.

Com a chegada de Lopes, Wilson Poit, que havia assumido interinamente o comando do grupo, retorna ao cargo de presidente do conselho de administração.

Para Alexandre Kogake, analista da Eleven, o anúncio da chegada de Lopes é positiva por trazer um nome com experiência no case de turnaround de empresas de distribuição de energia elétrica.

(com Reuters)

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe