Light elege novo diretor de RI, Marcopolo e PAN têm mudanças acionárias relevantes

Confira os principais destaques do noticiário corporativo desta quarta-feira (10)

Felipe Moreira

Light (Foto: Divulgação)

Publicidade

O radar corporativo desta quarta-feira (10) traz a eleição de Alexandre Ferreira Nogueira como Diretor de Relações com Investidores interino da Light (LIGT) após saída Eduardo Guardiano Leme Gotilla.

Além disso, a Marcopolo (POMO4) e PAN (BPAN4) anunciaram mudanças acionárias relevantes.

Já a a Engie (EGIE3) informou a renúncia de André de Aquino Fontenelle Canguçú ao cargo de membro suplente do Conselho de Administração.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Taesa (TAEE11) obteve licenças para o Projeto de Tangará.

Confira mais destaques:

Light (LIGT3)

O Conselho de Administração da Light (LIGT3) elegeu Alexandre Ferreira Nogueira como Diretor de Relações com Investidores interino da companhia, com efeitos a partir da última terça-feira.

Continua depois da publicidade

A companhia informa ainda que o Eduardo Guardiano Leme Gotilla deixará a companhia.

Marcopolo (POMO4)

A BlackRock alienou ações preferenciais emitidas pela Marcopolo (POMO4). Após a venda, a participação agregada da BlackRock na Marcopolo passou a ser de 29,72 milhões de ações preferenciais, o que representa aproximadamente 4,91% do total de ações preferenciais emitidas pela empresa de ônibus.

Além disso, a BlackRock detém 3,83 milhões de instrumentos financeiros derivativos referenciados em ações preferenciais com liquidação financeira, representando aproximadamente 0,63% do total de ações preferenciais emitidas pela Marcopolo.

Banco PAN (BPAN4)

O BTG Pactual WM Gestão de Recursos passou a deter 32.766.056 ações preferenciais do Banco PAN, representando aproximadamente 5,36% do total das ações preferenciais da companhia.

Engie (EGIE3)

A Engie informou a renúncia de André de Aquino Fontenelle Canguçú ao cargo de membro suplente do Conselho de Administração, em virtude de ter seguido novos caminhos fora do grupo ENGIE. Seu substituto no CA será definido em momento oportuno.

Taesa (TAEE11)

A Taesa (TAEE11) recebeu Licença Ambiental Unificada (LAU) da Secretária de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA) para a SE Encruzo Novo, referente às instalações da Concessão Tangará.

Segundo comunicado, a obtenção da LAU permite o início das obras no trecho correspondente.

Além disso, foram também concedidas duas Licenças Prévias (LP), uma pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) para LT
230kV Açailândia-Dom Eliseu II e a outra emitida pela SEMA/MA para a LT 230kV Encruzo Novo – Santa Luzia III, referentes também às instalações da concessão Tangará.