Sem palavras

Levy preferiu ficar em silêncio após encontro com Lagarde

Em rápido encontro com jornalistas no ministério, após reunião com a diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, ministro da Fazenda afirmou que "o número (do IBC-Br de março) mostra a velocidade da economia"

Aprenda a investir na bolsa

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, evitou na tarde desta quarta-feira, 21, responder a perguntas sobre se a economia brasileira está em recessão. Em rápido encontro com jornalistas no ministério, após reunião com a diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, Levy afirmou que “o número (do IBC-Br de março) mostra a velocidade da economia”. Pela manhã, o Banco Central informou que seu índice de atividade (IBC-BR) caiu 1,07% em março ante fevereiro, com ajuste.

Já Lagarde, também após o encontro com Levy, falou sobre o tema discutido entre eles. “Falamos sobre a perspectiva da economia global”, disse, antes de seguir para encontro com a presidente Dilma Rousseff.