Lavvi (LAVV3) lucra R$ 25,6 milhões no 1º trimestre, alta de 21%, e aprova dividendos de R$ 6,1 milhões

A receita líquida subiu 60%, indo para R$ 159,165 milhões, o que levou a um aumento da margem Ebitda ajustada de 5 pontos percentuais

Equipe InfoMoney

Lavvi (Foto: Reprodução/Lavvi)

Publicidade

A Lavvi (LAVV3), que atua na incorporação e construção de empreendimentos imobiliários residenciais, registrou lucro líquido de R$ 25,6 milhões no primeiro trimestre de 2023 (1T23), um valor 21% maior na comparação com igual período de 2022 (1T22).

O lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado, por sua vez, saltou 119% na mesma base de comparação, indo de R$ 13,34 milhões no 1T22 para R$ 29,25 milhões no 1T23.

A receita líquida subiu 60%, indo para R$ 159,165 milhões, o que levou a um aumento da margem Ebitda ajustada de 5 pontos percentuais (p.p.), indo para 18,4%.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Leia Mais:

As vendas líquidas contratadas no 1T23 totalizaram R$233 milhões, um incremento de +43% quando comparado ao mesmo período do ano anterior (1T22), ocasião na qual a companhia havia lançado o empreendimento High Wonder.

Estas vendas incluem o lançamento do trimestre e as vendas de estoque. Estas últimas, por sua vez, refletem tanto as vendas do estoque recente, marcada pelos empreendimentos Galleria e Eden, como também as do estoque anterior, que mesmo em trimestre de sazonalidade fraca mantiveram-se na média da Companhia, a um patamar de cerca de R$ 20 milhões ao mês., segundo a companhia. A VSO consolidada (vendas sobre oferta, em VGV) registrou 13% no trimestre.

Continua depois da publicidade

Ao final do 1T23, o estoque a valor de mercado era de R$ 1,5 bilhão, correspondendo a 1.202 unidades. Do estoque total, em VGV: i) 72% correspondem aos produtos lançados a partir de 2022, ii) 40% correspondem a projetos em fase de obras, iii) apenas 12 unidades correspondem ao estoque concluído. “É importante destacar que, excluindo os produtos a) lançados após 2022 e b) com estoque zerado, os empreendimentos apresentam, em média, 85% de suas unidades vendidas”, aponta.

Os distratos aceleraram em relação ao 4T22 e dado também as vendas menores no 1T23 do que no trimestre anterior o % distratos/vendas brutas subiu a 7% no 1T23. Foram R$ 17,6 milhões em distratos, correspondendo a 20 unidades, das quais 13 unidades já foram vendidas dentro do próprio trimestre.

O caixa líquido ao final do período era de R$469 milhões, levando a um índice Caixa Líquida / Patrimônio Líquido de 37,6%. No trimestre, houve geração de caixa de R$10 milhões (ex-dividendos e recompras). Na visão ex-terrenos a geração de caixa no trimestre alcançou +R$38 milhões.

Proventos

A Lavvi também informou a aprovação pelo seu Conselho de Administração da distribuição de dividendos intercalares relativos aos resultados do 1º trimestre de 2023, no valor de R$ 6,1 milhões.

Será distribuído o valor unitário de aproximadamente R$ 0,03 por ação, conforme segue: