Abertura de capital

Lavvi capta R$ 1,16 bilhão e Pague Menos levanta mais de R$ 800 milhões em IPOs; ações estreiam na quarta

Papéis de ambas as companhias ficaram abaixo da faixa indicativa pré-estabelecida

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A Pague Menos (PGMN3) e a Lavvi (LAVV3) fixaram na última segunda-feira (31) o preço por ação de seus IPOs (Initial Public Offering, na sigla em inglês) abaixo da faixa indicativa pré-estabelecida.

A oferta de ações da rede de farmácias Pague Menos saiu a R$ 8,50 – a faixa indicativa variava entre R$
10,22 e R$ 12,54. Com a venda de 101.054.482 ações, a captação foi de cerca de R$ 858,963 milhões.

A oferta consiste apenas de um lote primário de ações, o que significa que todo o montante captado será destinado para o caixa da empresa. O grupo, apoiado pela General Atlantic, destinará os recursos para financiar seu crescimento.

Aprenda a investir na bolsa

Já a Lavvi definiu o preço a R$ 9,50 – a faixa indicativa de preço era de R$ 11 a R$ 14,50. A operação levantou aproximadamente R$ 1,16 bilhão, segundo comunicado à CVM.

Foram vendidas ao todo 122.092.000 ações, incluindo lote adicional de 13.980.000 ações. O BTG Pactual foi coordenador líder da operação.

Subsidiária da Cyrela (CYRE3), a Lavvi atua principalmente nos segmentos de médio e alto padrão, com 100% dos empreendimentos localizados na cidade de São Paulo. Em prospecto preliminar, a companhia informou que os recursos provenientes da oferta serão usados para aquisição de landbank, despesas administrativas e de marketing, além de pagamento antecipado de certificados de recebíveis imobiliários.

As ações de ambas as companhias começam a ser negociadas na B3 em 2 de setembro.

Regra dos 10 tiros: aprenda a fazer operações simples que podem multiplicar por até 10 vezes o capital investido. Inscreva-se!