After Market

Kepler Weber “descobre” por que ação caiu 14%, ex-OGX e mais 4 empresas agitam a noite

Entre os destaques ainda está a Braskem, que informou que anunciu seu quinto programa de recompra de ações

SÃO PAULO – Nesta quarta-feira (11), 7 companhias agitam o noticiário da noite; entre elas, destaque para a Kepler Weber, que após cair 14% em dois dias “descobriu” o motivo das perdas: um fundo gerido pela Sul America vendeu sua participação na companhia e informou a Kepler Weber que passou a deter menos de 5% das ações de emissão da companhia.

Ainda entre as notícias que ficarão no radar de amanhã de manhã, ainda está a Braskem, que informou que anunciou seu quinto programa de recompra de ações, com prazo de validade de até 18 de fevereiro do ano que vem.

Veja as notícias que estão no radar desta quarta-feira:

Kepler Weber (KEPL3)
Após caírem 14% em dois dias, a Kepler Weber “descobriu” nesta quarta o motivo da derrocada dos papéis: a companhia foi informada após o fechamento do mercado que um fundo de investimentos administrado pela Sul América vendeu parte de sua participação na companhia, obtendo agora parcela inferior à 5% das ações em “free float” (em circulação no mercado). Vale mencionar ainda que os papéis fecharam com queda de 6% hoje após acumular valorização de 330% nos últimos 2 anos.

Natura (NATU3)
A empresa de cosméticos teve lucro líquido consolidado de R$ 225,2 milhões no quarto trimestre, baixa de 23,4% sobre um ano antes. No mesmo período, o Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) alcançou R$ 491,4 milhões, recuo de 8,8% na comparação anual. Em pesquisa da Reuters, analistas estimavam lucro líquido de R$ 296,2 milhões para o período de outubro a dezembro, e Ebitda de R$ 563,9 milhões.

Petrobras (PETR3; PETR4)
Após confirmar que 3 pessoas morreram e outras 10 ficaram feridas nesta quarta com a explosão de um navio-plataforma no litoral norte do Espírito Santo, a estatal Petrobras informou após o fechamento do mercado que o navio-plataforma já está estabilizado e que outras 6 pessoas ainda estão desaparecidas. A companhia disse ainda na nota que lamenta o ocorrido. Mais cedo, algumas agências de notícias chegaram a falar em 15 feridos.

Cremer (CREM3)
A companhia reportou lucro líquido de R$ 12,6 milhões, um aumento de 392% na comparação anual, quando apresentou lucro de R$ 2,5 milhões. Já o Ebitda passou de R$ 15,1 milhões em 2013, para R$ 28,6 milhões, um aumento de 89%. A receita líquida da companhia também demonstrou aumento na comparação anual, de 34,3%, passando de R$ 137,3 milhões para R$ 184,4 milhões.

Ex-OGX (OGXP3)
A OGPar informou ao mercado nesta quarta-feira que 
em decorrência da alteração, em agosto de 2014, da data de vencimento das debêntures, conversíveis em ações, em até 3 séries, da 3ª emissão da OGX, o vencimento do empréstimo adicional de que trata o fato relevante de abril do ano passado, atrelado ao vencimento das Debêntures DIP, também foi postergado para 11 abril de 2015, podendo ainda, ter seu vencimento antecipado na ocorrência de determinados eventos. De acordo com o comunicado, a Companhia manterá seus acionistas e o mercado informados acerca da evolução das negociações e demais eventos relevantes relacionados ao assunto.

Porto Seguro (PSSA3)
A companhia informou que aprovou hoje a renovação de seu programa de recompra de 94.351.140 ações ordinárias de emissão da companhia. A companhia ainda informa que a quantidade respeita o limite de até 5% de ações no “free float”. De acordo com o comunicado, o prazo máximo para a aquisição dos papéis é de 365 dias, com início no dia 23 de fevereiro e término no dia 22 de fevereiro do ano que vem.

PUBLICIDADE

Braskem (BRKM5)
Nesta quarta a Braskem informou que abriu seu quinto programa de recompra de ações, com a companhia informando que recomprará 3.500.000 ações preferenciais classe “A”, sendo que serão mantidas em tesouraria ou detidas por empresas controladas 1.154.758 ações preferenciais de mesma classe. A companhia ainda informou que o prazo de recompra dos papéis é de até 365 dias, contados a partir do dia 19 de fevereiro, com término, portanto, em 18 de fevereiro do ano que vem. A Braskem possui atualmente 491.748.227 ações em circulação no mercado, sendo 225.334.029 ações ordinárias, 265.820.380 ações PNA e 593.818 ações PNB.