Justiça dos EUA libera à Gol (GOLL4) parcela inicial de empréstimo de US$ 950 milhões

Nas próximas semanas, a Gol buscará junto à Justiça dos EUA liberação de todo o financiamento concedido por credores à companhia aérea

Reuters

Boeing 737 MAX da companhia aérea Gol se prepara para pousar no aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre (Foto: REUTERS/Diego Vara)

Publicidade

SÃO PAULO (Reuters) – A companhia aérea Gol (GOLL4) anunciou nesta segunda-feira que a Justiça dos Estados Unidos, onde corre seu processo de recuperação judicial, aprovou o acesso provisório à empresa de parcela inicial de um empréstimo de US$ 950 milhões.

A liberação permitirá à empresa seguir operando “normalmente”, informou a empresa, sem divulgar o valor da parcela inicial.

“Com a aprovação, a Gol honrará todos os compromissos com parceiros de negócios e fornecedores de bens e serviços prestados a partir da data de início do processo em 25 de janeiro de 2024, além do pagamento de salários” aos trabalhadores, afirmou a empresa em fato relevante ao mercado.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

As ações da companhia aérea desabavam mais de 16% quando foram suspensas diante da iminência da publicação do fato relevante.

Nas próximas semanas, a Gol buscará junto à Justiça dos EUA liberação de todo o financiamento concedido por credores à companhia aérea.

O financiamento de US$ 950 milhões foi acertado pela empresa na modalidade “debtor in possession” (DIP) por membros do chamado “Grupo Ad Hoc de bondholders da Abra”, holding que reúne as operações da Gol com a colombiana Avianca, e outros detentores de títulos de dívida da Abra.