Temporada de balanços

JHSF (JHSF3) tem alta de 23% do lucro líquido no 3º tri, para R$ 213,8 mi; todos os segmentos de atuação avançam

Ebitda ajustado ficou em R$ 265,6 milhões na base anual, alta de 17,2%; receita líquida aumentou 35%, para R$ 476,3 milhões

Por  Equipe InfoMoney -

A JHSF (JHSF3) divulgou seu balanço no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21), registrando lucro líquido de R$ 213,8 milhões, alta de 23,1% na comparação com o terceiro trimestre de 2020, quando lucrou R$ 173,7 milhões.

O lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado ficou em R$ 265,6 milhões, o que representa 17,2% a mais do que os R$ 226,6 milhões apurados no 3TRI20.

Já a receita líquida aumentou 35%, para R$ 476,3 milhões.

A margem Ebitda (Ebitda sobre receita líquida) ajustada caiu 8,5 pontos percentuais, indo para 55,8%.

Todos os segmentos avançaram. Em especial, o segmento Incorporação apresentou aumento de 14,8%, indo a R$ 331,4 milhões de receita líquida, ou 69,6% do total da receita do grupo no trimestre.

O landbank da JHSF  é atualmente composto por área privativa de 7 milhões de metros quadrados, com VGV potencial de cerca de R$ 39 bilhões.

O segmento de Shoppings conseguiu avançar 86,7% na receita líquida, para R$ 45,4 milhões; enquanto o segmento Varejo + Digital quase quadruplicou sua receita, com acréscimo de 266,3%, paras R$ 27,7 milhões.

Segundo a empresa, o desempenho de Varejo + Digital foi impulsionado pela performance dos ativos voltados para o público de alta renda. A flexibilização das restrições contra o alastramento da Covid-19 também contribuiu.

Da mesma forma, devido à retomada das atividades e menor nível de restrições, o custo dos produtos e serviços vendidos cresceu 82,2%.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Aprenda a transformar a Bolsa de Valores em fonte recorrente de ganhos. Assista a aula gratuita do Professor Su e descubra como.

Compartilhe