JBS (JBSS3) elege 2 membros do Conselho com saída de Wesley Filho e Ramos Filho; analistas veem melhora de governança

Os dois novos membros, considerados independentes, serão Cledorvino Belini e Francisco Turra.

Equipe InfoMoney

(divulgação)
(divulgação)

Publicidade

O Conselho de Administração da JBS (JBSS3) informou na véspera a eleição de dois novos membros ao colegiado, após a renúncia de Wesley Batista Filho e Aguinaldo Ramos Filho nesta quinta-feira, informou a empresa em fato relevante ao mercado.

Os dois novos membros, considerados independentes, serão Cledorvino Belini e Francisco Turra.

Com mais de 40 anos de carreira em empresas multinacionais, Cledorvino Belini presidiu a montadora Fiat no Brasil e na América Latina por 11 anos, entre 2004 e 2015. Também foi presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) e diretor-presidente da elétrica Cemig.

Continua depois da publicidade

Já Turra foi ministro da Agricultura, além de ter ocupado a vice-presidência e a diretoria de Operações do banco BRDE entre 2007 e 2008 e a presidência do Banrisul de 1995 a 1996. Foi também presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA)e vice-presidente da Associação Latino-Americana de Avicultura.

Wesley Batista Filho e Aguinaldo Ramos Filho permaneceram ao longo dos últimos quatro anos em seus cargos como conselheiros da companhia.

O Itaú BBA ressalta que este é mais um passo para aprimorar os padrões de governança da empresa.

Continua depois da publicidade

“O primeiro ponto a destacar é a quantidade de membros independentes no conselho de administração da JBS. Após as mudanças anunciadas, a JBS elegerá dois conselheiros independentes para substituir dois conselheiros internos. O conselho será então composto por sete membros independentes de nove integrantes”, avaliam os analistas.

O segundo ponto a destacar é a melhor prática de governança de acabar com a situação de dualidade de diretor executivo e membro do conselho, que agora são funções separadas. Wesley Batista vai manter a sua atual função na estrutura de diretoria executiva da JBS.

Essa mudança está alinhada com a estratégia da empresa de melhorar seus padrões ESG e vemos isso como positivo para a história. A recomendação do BBA é outperform (desempenho acima da média do mercado) com preço-alvo de R$ 47, ou alta de 25,4% frente o fechamento de quinta-feira (28).

Continua depois da publicidade

(com Reuters)

Quer aprender a investir em criptoativos de graça, de forma prática e inteligente? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir