Nova operação

JBS (JBSS3) compra duas fábricas no Oriente Médio e anuncia CEO para a região

Anúncios fazem parte da estratégia da companhia de expandir a presença na produção e distribuição de alimentos preparados

Por  Estadão Conteúdo -

Correção: o cargo de Wesley Batista Filho estava incorreto na reportagem, que foi corrigida às 9h08 (horário de Brasília)

A JBS (JBSS3) anunciou a compra de duas fábricas de alimentos congelados no Oriente Médio, uma na Arábia Saudita e a outra nos Emirados Árabes. Junto com as aquisições, a companhia criou sua própria rede de distribuição com três parceiros locais para levar produtos aos dois países, bem como ao Kuwait.

Além do negócio, cujo valor não foi divulgado, a JBS nomeou Mohamed Mahrous como CEO (presidente executivo) da região. Segundo a empresa, Mahrous tem mais de 30 anos de experiência e ocupou cargos de comando em empresas de alimentos locais.

Os anúncios fazem parte da estratégia da companhia brasileira de expandir a presença na produção e distribuição de alimentos preparados para se tornar uma referência no mercado islâmico.

No comunicado, Mahrous diz que o objetivo é ampliar as vendas no Oriente Médio e norte da África nos próximos cinco anos, dentro de uma estratégia de reposicionamento que envolve mudanças nas embalagens dos produtos, maior diversidade nas linhas premium, linhas de produção e novos canais de venda, incluindo o digital.

Segundo Wesley Batista Filho, presidente Global de Operações na América Latina, Oceania e do negócio de plant-based na JBS, a companhia já tem boa presença comercial no Oriente Médio por meio de exportações, mas decidiu fortalecer sua posição na região com uma “robusta” operação local.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe