Câmbio

Itaú BBA revisa projeção do câmbio de R$ 2,10 para R$ 2,15 em 2013

Banco ressalta a fraqueza do crescimento e a política econômica para aumentar a competitividade; projeção para 2012 passou de R$ 2,02 para R$ 2,10

arrow_forwardMais sobre

*Atualizada às 11h46 (horário de Brasília).

SÃO PAULO – Além de diminuir suas estimativas de PIB (Produto Interno Bruto) e estimar uma Selic menor em 2013, o Itaú BBA revisou sua projeção para o câmbio para 2012 e 2013, estimando uma taxa mais depreciada em relação às suas estimativas anteriores.

Segundo os analistas do banco, a fraqueza do crescimento e a sinalização de política econômica para aumentar a competitividade através do câmbio mais depreciado colaboraram para uma expectativa de real depreciado frente ao dólar. Para este ano, a projeção foi revisada de R$ 2,02 para R$ 2,10. Já  para 2013, a estimativa foi elevada de R$ 2,10 para R$ 2,15.

Transações correntes e saldo comercial revisados
Após elevação no déficit em transações correntes, captações externas robustas e fluxo negativo para a bolsa de valores em outubro, as projeções do Itaú mudaram.

Para o saldo comercial, as expectativas baixaram de US$ 20,5 bilhões para US$ 19,5 bilhões para este ano. Já para 2013, o Itaú projeta alta de US$ 2 bilhões para US$ 20 bilhões. Os analistas do banco avistam também uma queda no déficit em transações correntes em 2013, de 2,3% para 2,2% do PIB.