Energia

Isa Cteep (TRPL3 TRPL4) vê lucro líquido cair 63,5% no 1º trimestre de 2022

O lucro IFRS apurado somou R$ 543,1 milhões no 1T22, menos 6,8% do que o registrado no 1T21, que foi de R$ 582,6 milhões.

Por  Fernando Lopes -

A Isa Cteep (TRPL3;TRPL4) divulgou lucro líquido de R$ 112,5 milhões no 1º trimestre deste ano, o que representa uma queda de 63,5% em relação ao 1T21, quando apurou R$ 308,1 milhões.

Enquanto isso, o lucro IFRS apurado somou R$ 543,1 milhões no 1T22, menos 6,8% do que o registrado no 1T21, que foi de R$ 582,6 milhões.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda), incluindo a controladora e as subsidiárias controladas, caiu 23,7%, chegando a R$ 532,1 milhões no 1T22, ante os R$ 696,9 milhões de um ano atrás. A margem Ebitda diminuiu 7,4 pontos percentuais, para chegar a 74,4%.

Segundo a empresa, esse resultado é explicado, principalmente, pelo reperfilamento do componente financeiro da RBSE (Rede Básica Sistema Existente) a partir do 3T21; da variação na PA e antecipações; do impacto positivo do ciclo da RAP (Receita Anual Permitida) 2021/2022, em função da variação positiva do IPCA; da entrada em operação de projetos de reforços e melhorias e greenfield nos últimos 12 meses; e RAP do contrato 012/2016, oriundo da aquisição da PBTE em março 2021.

Mais dados do balanço de Isa Cteep (TRPL4)

A receita líquida no primeiro trimestre de 2022 caiu 16,1%, para R$ 715,4 milhões, contra os R$ 852,8 do mesmo período de 2021.

O resultado veio pela redução da receita de RBSE nos ciclos tarifários 21/22 e 22/23, que corresponde a menos R$ 172 milhões, em consequência do reperfilamento do componente financeiro; e pela variação na Parcela de Ajuste e antecipações do período,que corresponde a menos R$ 64,0 milhões.

A Isa Cteep diz que tais fatores foram compensados parcialmente pela atualização da RAP do ciclo pelo IPCA; pela entrada em operação de novos projetos de Reforços e Melhorias, que corresponde a mais R$ 21,7 milhões, e de projetos Greenfield, mais R$ 17,5 milhões; e RAP do contrato referente aquisição da Piratininga -Bandeirantes Transmissora de Energia (PBTE), no final do 1T21, mais R$ 33,6 milhões.

“As deduções da receita bruta atingiram R$ 127,9 milhões no 1T22, redução de 13,2% em relação ao 1T21, em linha com a redução da receita. Desta forma, a receita líquida do trimestre foi 16,1% menor em relação ao mesmo período do ano anterior”, explica a empresa.

A Isa Cteep registrou despesa de R$ 38,4 milhões com Imposto de Renda (IRPJ) e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) no 1T22, frente à despesa de R$ 134,4 milhões contabilizados no 1T21, uma redução de 71,5%. “A variação do IRPJ/CSLL se deve à redução de R$ 170,7 milhões nas despesas do exercício corrente, devido, principalmente, à redução significativa no recebimento da indenização RBSE”.

A dívida líquida da empresa cresceu 5,4%, para R$ 7,017 bilhões, principalmente, pela liberação de R$ 227,0 milhões em março de 2022, após novo contrato de empréstimo com o BNDES.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe