IR 2007: pagamento da sétima quota do imposto vence nesta quarta-feira

Contribuinte que optou pelo parcelamento deve ficar atento aos vencimentos, se não quiser pagar multa e juros de mora

Por  Flávia Furlan Nunes -

SÃO PAULO – Quem optou por parcelar o imposto de renda precisa ficar atento: o pagamento da sétima parcela vence nesta quarta-feira (31). O atraso no pagamento das quotas pode implicar encargos adicionais, que irão pesar no seu bolso.

De acordo com a Receita Federal, o valor da quota deverá ser acrescido de juros à taxa de 5,7%.

Calendário 2007

Abaixo você pode conferir o calendário de vencimento das quotas do IRPF 2007:











































QuotaVencimentoValor dos juros
1ª quota30/04/2007Sem juros
2ª quota31/05/20071% sobre a quota
3ª quota29/06/2007Juros Selic (05/2007) + 1%
4ª quota31/07/2007Juros Selic (05/2007 + 06/2007) + 1%
5ª quota31/08/2007Juros Selic (05/2007 + 06/2007 + 07/2007) + 1%
6ª quota28/09/2007Juros Selic (05/2007 + 06/2007 + 07/2007 + 08/2007) + 1%
7ª quota31/10/2007Juros Selic (05/2007 + 06/2007 + 07/2007 + 08/2007 + 09/2007) + 1%
8ª quota30/11/2007Juros Selic (05/2007 + 06/2007 + 07/2007 + 08/2007 + 09/2007 + 10/2007) + 1%

(*) Nota: A Taxa de Juros Selic é pós-fixada, só sendo conhecida no primeiro dia útil do mês seguinte.

Atraso implica multa

A multa e os juros de mora não se aplicam apenas nos casos de entrega com atraso da declaração: também se aplicam nos casos em que o contribuinte atrasa o pagamento de uma quota.

  • Multa de mora
    A multa por atraso é calculada como sendo de 0,33% por dia de atraso sobre o valor da parcela, a partir do primeiro dia útil subseqüente ao do vencimento até o dia do pagamento, sendo que os valores mínimo e máximo definidos acima devem ser respeitados. O valor da multa deve ser incluído no campo 08 da guia DARF.

  • Juros de mora
    Sobre o valor do imposto devido (campo 07 do DARF) aplique os juros equivalentes à taxa Selic, acumulada mensalmente, a partir de maio de 2007 até o mês anterior ao do pagamento e de 1% no mês do pagamento. O valor de juros de mora deve ser declarado no campo 09 do DARF.

Formas de pagamento

Uma das novidades da Receita para este ano é a possibilidade do pagamento por débito em conta-corrente. A opção por essa forma deveria ter sido feita no envio da declaração.

Outra maneira de quitar a dívida é pelo pagamento via Darf, em qualquer agência bancária integrante da rede arrecadadora de receitas federais.

Para pessoas físicas residentes no exterior, o pagamento deve ser feito mediante remessa de ordem de pagamento com todos os dados exigidos no Darf, no valor em reais ou em moeda estrangeira, a favor da Receita Federal, por meio do Banco do Brasil S.A. (Núcleo Regional de Apoio a Negócios Internacionais – Nurin, prefixo 1608-X, Brasília – DF).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Compartilhe