Perspectivas

IPCA-15, clima político, PIB dos EUA e Jackson Hole: o que acompanhar na próxima semana

Tudo que o investidor precisa saber antes de operar na semana

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Depois de uma semana bastante agitada por conta da política, os próximos dias voltam a ter uma agenda de indicadores mais forte, principalmente no Brasil, enquanto no exterior a atenção se volta para o Federal Reserve (como é conhecido o banco central dos Estados Unidos).

No âmbito nacional, atenção especial para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15), considerado uma prévia da inflação oficial do País, na terça-feira (25). Segundo dados compilados pela Bloomberg, a expectativa dos analistas é que o dado tenha leve desaceleração de 0,30% para 0,26% em agosto.

Aprenda a investir na bolsa

Outro dado de inflação que sai na semana é o IGP-M fechado do mês, na sexta-feira (28), e que as projeções apontam para uma aceleração de 2,23% para 2,57%.

No calendário nacional, destaque também para a taxa nacional de desemprego, que segundo a Bloomberg deve subir para 13,8%, além dos números das contas externas, resultado do governo central e dados de crédito.

Outro ponto importante a ficar atento será no Congresso, após o clima pesar com o Senado derrubando o veto do presidente Jair Bolsonaro sobre o reajuste de servidores, o que acabou revertido na Câmara.

Investidores ficarão atentos para ver como estão as relações entre o Congresso e o governo neste cenário, que pode pesar também sobre a reforma administrativa. Entre as votações, o Senado adiou para terça-feira a votação da PEC do Fundeb permanente.

Enquanto isso, a temporada de resultados do segundo trimestre entra em sua reta final, com a expectativa de divulgações dos balanços de Ser Educacional, Lojas Marisa, Qualicorp, Yduqs, EDP Energias do Brasil e IRB Brasil.

No cenário externo, a agenda de indicadores conta com a revisão do Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre nos Estados Unidos, além dos dados de rendas pessoais, PCE e encomendas de bens duráveis.

PUBLICIDADE

Um dos grandes focos de atenção dos investidores será o simpósio de Jackson Hole, que contará com discurso do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, na quinta-feira (27), depois da ata da última reunião do Fomc mostrar um tom cauteloso do bc americano.

Por fim, a semana terá a Convenção Nacional Republicana, que confirmará a candidatura de Donald Trump à reeleição. O evento, de quatro dias, deve contar com diversos discursos, assim como foi a Convenção Democrata, incluindo o próprio Trump, que deve aproveitar para rebater críticas da oposição e levantar um ataque mais forte contra Joe Biden.

Curso gratuito do InfoMoney ensina como lucrar na Bolsa fazendo operações que podem durar poucos minutos ou até segundos: inscreva-se!