IPC-S marca inflação de 0,40%, idêntica à taxa apurada na medição anterior

Dentre os sete grupos que compõem o indicador, quatro apresentaram decréscimos em suas taxas de variação

Por  Juliana Pall Farias -

SÃO PAULO – O IPC-S (Índice de Preços ao Consumidor – Semanal) de 22 de junho apontou variação positiva de 0,40% nos preços, taxa idêntica à apurada na última medição do indicador, em 15 de junho.

A informação foi divulgada na manhã desta segunda-feira (25) pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Trajetória dos indicadores que compõem o IPC-S

Na passagem semanal, dentre os sete grupos de despesas que fazem parte da composição do indicador, quatro apresentaram decréscimos em suas taxas de variação. Dentre estes grupos, destaque para Transportes e Saúde e Cuidados Pessoais.

A taxa de variação nos preços acompanhados pelo grupo Despesas Diversas manteve-se inalterada (+0,24%) na passagem semanal, enquanto, no período em questão a inflação medida por Vestuário e Educação, Leitura e Recreação sofreu incrementos.

Metodologia do índice

O IPC-S é divulgado semanalmente pela Fundação Getúlio Vargas e refere-se ao período de trinta dias encerrado na metade da semana anterior.

A pesquisa para o cálculo do índice, que envolve cerca de 450 produtos e serviços, é realizada em doze capitais, sendo que cada capital tem peso proporcional à sua população.

Compartilhe