Diminuindo expectativas

Investidores institucionais reduzem projeção para Ibovespa a 120 mil pontos ao final de 2021, aponta sondagem da XP

Já apostas para o câmbio foram elevadas e agora apontam para a moeda americana cotada a R$ 5,20 no fim do ano

(Getty Images)

SÃO PAULO – O cenário doméstico mais volátil, marcado por uma pressão inflacionária, riscos políticos e fiscais, além da proximidade das eleições presidenciais – que, naturalmente elevam o tom dos mercados –, tem levado integrantes do mercado financeiro a revisarem suas projeções para o Ibovespa, adotando uma posição mais cautelosa.

Levantamento feita pela XP com 77 investidores institucionais e divulgada na noite de terça-feira (21) mostra uma piora nas projeções para o Ibovespa ao fim de 2021, de 132 mil, na consulta de agosto, para 120 mil pontos – o que implica potencial de alta da ordem de 7% ante os patamares atuais (de fechamento da Bolsa na sessão desta quarta-feira).

Em junho, o mesmo levantamento apontava para uma expectativa mediana de 140 mil pontos para o principal índice de renda variável brasileiro.

As apostas para o câmbio também foram elevadas e agora apontam para a moeda americana cotada a R$ 5,20 em dezembro deste ano, ante R$ 5,00 na sondagem anterior, realizada em agosto.

Eleições 2022

Com relação ao cenário eleitoral, o levantamento da XP mostra que o ex-presidente Lula (PT) possui 46% de possibilidade de vencer as eleições presidenciais de 2022, enquanto Jair Bolsonaro (sem partido) tem 32%. Um terceiro candidato, por sua vez, teria 19% de chance, de acordo com o levantamento.

Com 64% dos votos, os investidores institucionais veem Eduardo Leite (PSDB) como o terceiro nome com mais chance de vencer Lula e Bolsonaro. O número representa um aumento em relação aos 45% da pesquisa de agosto.

Na sequência, aparece João Doria (PSDB), com 14% dos votos (em linha com os 12% registrados anteriormente), e o ex-juiz Sergio Moro, com 4% – abaixo dos 20% de agosto. Confira:

O levantamento da XP foi realizado entre os dias 20 e 21 de setembro com 77 investidores institucionais, como gestores de patrimônio, economistas e consultores. O formulário de perguntas foi enviado de forma eletrônica e os resultados, divulgados de maneira agregada.

PUBLICIDADE

Analista TOP 3 em rentabilidade de curto prazo compartilha seu método exclusivo na Bolsa