Inter &Co (INBR32) reverte prejuízo e lucra R$ 24,2 milhões no primeiro trimestre de 2023

Controladora do Banco Inter divulgou seus resultados trimestrais nesta manhã de segunda, com receita bruta atingiu R$ 1,8 bilhão no 1T23

Felipe Moreira

Publicidade

A Inter &Co (INBR32), empresa listada nos Estados Unidos que controla o Banco Inter, anunciou na manhã desta segunda-feira (8) que teve lucro líquido de R$ 24,8 milhões no primeiro trimestre de 2023 (1T23), ante prejuízo de R$ 28,8 milhões no primeiro trimestre do ano passado.

A receita bruta atingiu R$ 1,8 bilhão no 1T23, registrando um crescimento de 40,5% em relação ao montante registrado em igual etapa de 2022.

O saldo da carteira de crédito do banco Inter encerrou o primeiro trimestre de 2023 em R$ 23,8 bilhões, aumento de 4,8% em relação a 31 de dezembro do ano passado.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Leia Mais:

As despesas administrativas e de pessoal somaram R$ 558 milhões no primeiro trimestre de 2023, um acréscimo de R$ 36,1 milhões em relação ao mesmo trimestre de 2022, crescimento explicado pelo volume de operações, ampliação dos serviços e produtos oferecidos, além do crescimento da base de clientes e colaboradores.

O retorno sobre patrimônio líquido (ROE) foi de 1,4% no trimestre, alta de 2,7 pontos percentuais (p.p.) na comparação com igual trimestre de 2022.

Continua depois da publicidade

O volume bruto transacionado (GMV) Inter Shop atingiu R$ 829 milhões entre janeiro e março deste ano, um recuo de 21,3% na base anual.

Mais destaques do balanço do Inter

O Inter superou a marca de 26,3 milhões de clientes nos três primeiros meses do ano, um crescimento de 44,4% frente ao mesmo período do ano passado.

Já a captação total foi de R$ 30,6 bilhões no período, 2,7% acima dos R$ 29,8 bilhões registrados em 31 de dezembro de 2022.

Os ativos totais do banco somaram R$ 47,7 bilhões no trimestre findo em 31 de março deste ano, um aumento de 2,9% frente a dezembro de 2022.

O patrimônio líquido, por sua vez, atingiu o montante de R$ 7,1 bilhões, apresentando um crescimento de 0,7% quando comparado a 31 de dezembro do ano passado.