Infracommerce (IFCM3) precifica follow on a R$ 1,60 por ação, levantando R$ 400 milhões; ação cai 9,47%

A operação envolveu a distribuição primária de 250 milhões de ações, incluindo lote adicional

Reuters

Publicidade

SÃO PAULO (Reuters) – A plataforma de ferramentas para comércio eletrônico Infracommerce (IFCM3) anunciou nesta sexta-feira que sua oferta subsequente de ações (follow on) foi precificada a R$ 1,60 por papel. O preço representa um desconto de 5,3% sobre o fechamento da ação na véspera. Já nesta sexta após a precificação, as ações caíram 9,47%, a R$ 1,53.

A operação envolveu a distribuição primária de 250 milhões de ações, incluindo lote adicional, perfazendo o montante de R$ 400 milhões.

O início da negociação dos novos papéis ocorre em 18 de dezembro.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

O volume incluiu lote adicional, uma vez que a demanda foi maior que as 187,5 milhões de ações oferecidas inicialmente.

Os recursos serão usados para fortalecimento de estrutura de capital e para pagamento de aquisições recentes.

O início da negociação dos novos papeis ocorre em 18 de dezembro.

Continua depois da publicidade

Investidores incluindo Patria e Compass Group participaram da oferta, segundo a Infracommerce.

Itaú BBA, Santander Brasil, UBS BB, BTG Pactual e ABC Brasil coordenaram a oferta.

Às 10h51, as ações da Infracommerce exibiam queda de 3%, cotadas a 1,64 real.