Inflação ao consumidor na Alemanha desacelera para 2,2% em junho

O núcleo da inflação, medida que exclui alimentos e energia, ficou em +2,9%, abaixo da marca de 3% pela primeira vez desde fevereiro de 2022

Roberto de Lira

Rua comercial de Konstanz, na Alemanha (Foto: Arnd Wiegmann/Reuters)
Rua comercial de Konstanz, na Alemanha (Foto: Arnd Wiegmann/Reuters)

Publicidade

A taxa de inflação na Alemanha, ficou em 2,2% anuais em junho, conforme dados do índice de preços no consumidor (CPI, na sigla em inglês) divulgados nesta quinta-feira (11) pelo Destatis, o serviço federal de estatísticas. O número final do mês confirmou a prévia e representou uma desaceleração ante os 2,4% de maio.

O núcleo da inflação, medida que exclui alimentos e energia, ficou em +2,9%, abaixo da marca de 3% pela primeira vez desde fevereiro de 2022.

Diversifique investindo no Brasil e no exterior com o Investimento Global XP

Continua depois da publicidade

Os preços da energia continuaram em deflação em junho (-2,1%), com queda em energia elétrica doméstica e combustíveis para automóveis, ao mesmo tempo em que forma registrados preços mais altos no aquecimento urbano e no óleo de aquecimento.

Já os preços dos alimentos subiram 1,1% em junho de 2024 em comparação com o mesmo mês do ano anterior, com pressão maior de gorduras e óleos comestíveis e açúcar.

Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, os preços dos serviços (total) subiram 3,9% em junho, bem acima da inflação geral.