Bolsas de valores

Índice de ADRs do Brasil tem queda de 0,48% e sinaliza perdas na quarta-feira

Sem solução para abismo fiscal, mercado mostra cautela em dia de baixa negociação nas bolsas; ADRs da Cemig minizam perdas, mas fecham em queda de quase 5%

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Em dia de baixíssima movimentação nos mercados internacionais, o Dow Jones Brazil Titans, índice de ADRs (American Depositary Receipts) negociados na Nyse (New York Stock Exchange), fechou em queda de 0,80%, aos 28.431 pontos, nesta segunda-feira (24) – último pregão antes da pausa do Natal.

O mercado ainda se mostra apreensivo com a questão do abismo fiscal dos Estados Unidos. Alguns congressistas norte-americanos expressaram no último domingo (23) a preocupação que o país se depare com o “fiscal cliff” em pouco mais de uma semana, o que provocará severos cortes de gastos e aumentos de impostos, num total de US$ 665 bilhões.

Cemig chama atenção
Entre os destaques corporativos, os ADRs (American Depositary Receipts) da Cemig (CMIG4) chamaram a atenção ao chegar a cair mais de 10%, embora tenham minimizado as perdas e fecharam em baixa de 4,97% para US$ 12,23.

O movimento diverge do desempenho dos ativos visto na sessão de última sexta-feira na bolsa brasileira, quando registraram forte alta impulsionados pela aprovação do pagamento de proventos no valor de R$ 3,3 bilhões.

Além disso, a estatal havia informado que suspendeu investimentos na hidroelétrica São Simão por 120 dias. Segundo a empresa, a suspensão decorre das incertezas com a medida provisória 579, que trata da renovação antecipada e condicionada de concessões do setor elétrico que venceriam entre 2015 e 2017.

Bolsas dos EUA fecham no negativo
De volta ao cenário norte-americano, os principais índices acionários dos EUA também fecharam o pregão no negativo, em dia de volume reduzido de negociações. Vale lembrar que as bolsas dos EUA encerraram mais cedo nesta sessão, às 14h (horário de Brasília), e estarão fechadas na próxima terça-feira (25).

O Dow Jones, que mede o desempenho das 30 principais blue chips norte-americanas, fechou em queda de 0,39%, chegando aos 13.139 pontos. O Nasdaq Composite, que concentra as ações de tecnologia, caiu 0,28%, aos 3.012 pontos. Já o S&P 500, que engloba as 500 principais empresas dos EUA, terminou com baixa de 0,25%, aos 1.426 pontos.

Focus é destaque na agenda
Além disso, os investidores acompanham por aqui agenda pouco movimentada, com destaque para a única divulgação do dia – o relatório Focus, publicado pelo Banco Central. O mercado diminui o otimismo para a economia brasileira no próximo ano, e indica uma expansão menor do que na semana anterior, agora de 3,3%