Sem operação na B3

Índice de ADRs Brazil Titans fecha em queda de 0,13% em NY em dia de B3 fechada; confira o desempenho dos principais papéis

Nomes do Fed consolidaram expectativas de redução de estímulo em novembro; já FMI cortou estimativa para crescimento global em 2021

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O principal índice de ADRs (na prática, as ações de empresas de fora dos EUA negociadas em Nova York) do Brasil, o Dow Jones Brazil Titans 20 ADR chegou a subir quase 1% durante a manhã após uma abertura morna. Porém, sem indicadores e com os investidores pelo mundo preocupados com a retomada da economia global, o índice perdeu força e fechou em leve queda nesta terça-feira (12), num dia sem B3 por conta do feriado de Nossa Senhora Aparecida.

O índice Dow Jones Brazil Titans 20 ADR fechou em leve queda de 0,13%, a 17.671 pontos. Já o EWZ, principal ETF brasileiro negociado no mercado americano, que replica o índice MSCI Brazil, por sua vez, registrou baixa de 0,31%.

Os ADRs equivalentes aos ativos ON da Petrobras (PETR3), os PBR, saíram de queda de 1% para alta de cerca de 0,8% durante a manhã, para depois fecharem estáveis. Os preços do petróleo fecharam perto da estabilidade, com o barril tipo Brent de petróleo com vencimento para dezembro em queda de 0,27%, a US$ 83,42, enquanto o WTI para novembro teve avanço de 0,15%, a US$ 80,64.

Confira o desempenho dos principais ADRs de empresas brasileiras na NYSE nesta terça-feira, dia de Bolsa fechada no Brasil: 

EmpresaADRPreço (em US$)Variação
Petrobras (equivalente às ONs)PBR10,720%
Petrobras (equivalente às PNs)PBR.A10,49-0,10%
ValeVALE14,69-0,41%
Itaú UnibancoITUB4,32-0,46%
BradescoBBD3,695-0,67%
EmbraerERJ18,80-0,05%
CemigCIG2,655+1,34%
AmbevABEV2,700%
CSNSID5,11+0,29%
SantanderBSBR6,46-0,46%
BRFBRFS4,78-0,42%
UltraparUGP2,665-0,19%
SabespSBS6,88-0,15%
Pão de AçúcarCBD4,68+0,21%
EletrobrasEBR.B7,140%
Telefônica BrasilVIV8,09+0,12%
TIMTIMB10,78-0,65%
GolGOL7,22-0,28%
AzulAZUL18,89-0,58%
GerdauGGB4,870%

Em um dia de agenda econômica relativamente vazia, reverberam os discursos de autoridades do Federal Reserve, que afirmaram nesta terça-feira que o banco central está mantendo o ritmo no que se refere ao movimento planejado para reduzir seu programa de compra de títulos, consolidando expectativas de que o Fed começará a retirar seu estímulo da época da crise já no próximo mês.

“Eu acredito que o ‘progresso substancial adicional’ foi mais do que atingido em relação a nosso mandato de estabilidade de preços e também foi atendido em relação a nosso mandato de emprego”, disse o vice-presidente do Fed, Richard Clarida, em declarações preparadas para reunião virtual do Instituto Internacional de Finanças.

Ele repetiu que o Fed, em sua última reunião, concordou que a redução de estímulos “pode ser em breve justificada” e que deve ser concluída em meados do próximo ano. A avaliação de Clarida provavelmente ecoa a visão de seu chefe, o chair do Fed Jerome Powell, que já afirmou que só precisaria ver um relatório de emprego “decente” em setembro para começar a reduzir as compras de títulos em novembro.

Também nesta terça-feira, o presidente do Fed de Atlanta, Rafael Bostic, disse que o relatório do mês passado apresentou progresso suficiente e endossou o mês de novembro para o início da redução dos estímulos.

Os índices americanos fecharam em leve queda na sessão desta terça, com o Dow Jones com baixa de 0,34%, S&P500 com baixa de 0,24% e o Nasdaq em desvalorização de 0,14%.

PUBLICIDADE

Na segunda (11), o mercado acionário dos Estados Unidos havia encerrado em queda após uma sessão volátil, em meio ao nervosismo de investidores com a aproximação da temporada de balanços do terceiro trimestre. O Ibovespa acompanhou esse movimento, fechando a última segunda-feira em queda de 0,58%.

Nesta semana, JPMorgan Chase e outros grandes bancos iniciam a temporada de divulgação de balanços, enquanto os investidores também esperam pelos dados de inflação no país.

Já nesta terça, o Departamento de Emprego divulgou sua pesquisa mais recente sobre abertura de vagas e rotatividade, o chamado JOLTs. A abertura de postos de trabalho caiu a 10,4 milhões em agosto nos Estados Unidos, de acordo com o relatório. Em julho, o dado havia atingido a máxima da série histórica, mas agora houve queda de 659 mil vagas abertas, de acordo com o levantamento. Economistas ouvidos pela Dow Jones esperam a abertura de 10,9 milhões de vagas em agosto, o que representaria estabilidade em relação a julho.

Falas do ministro e CPI da Covid

Atenção ainda às falas de Paulo Guedes, ministro da Economia do Brasil, que está nos EUA. À CNN Internacional, Guedes apontou que o governo federal está retirando “muito lentamente as camadas de proteção” adotadas durante a crise do coronavírus. “Estamos reduzindo a ajuda muito lentamente, à medida que a população retorna ao trabalho de forma segura”, disse Guedes.

O ministro ainda afirmou que o quadro de inflação presente no Brasil espelha o cenário global, e destacou que “metade” do aumento nos níveis de preços se dá pelos setores de energia e alimentação. “É por isso que a proteção ainda está lá, vamos mantê-la e aumentar as transferências diretas de renda” á população, afirmou.

Sobre a investigação “Pandora Papers”, que apontou Guedes (e também Roberto Campos Neto, presidente do BC) como proprietário de uma empresa num paraíso fiscal (offshore), o ministro disse que “não fez nada de errado”. Ele voltou a dizer que sua offshore é “legal, reportada ao Comitê de Ética da Presidência, declarada na Receita Federal e registrada no Banco Central”. “Eu saí do comando da empresa semanas antes de assumir o ministério. E além disso, na semana passada, a Suprema Corte brasileira arquivou o caso”, afirmou.

Com relação à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid no Senado, o seu presidente Omar Aziz (PSD-AM) afirmou nesta terça-feira que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, não deverá mais prestar seu terceiro depoimento ao colegiado, para evitar que a oitiva seja transformada em um “palco”.

Para o senador, a guinada no discurso do ministro da Saúde, que no primeiro depoimento à CPI defendeu o uso de máscaras e de medidas preventivas não farmacológicas, como o distanciamento físico, deve-se a pretensões eleitorais e não encontrará respaldo na comissão.

FMI reduz projeções para economia global

PUBLICIDADE

O Fundo Monetário Internacional (FMI) elevou de forma expressiva a projeção para a alta dos preços no Brasil este ano em meio às pressões inflacionárias globais, ao mesmo tempo em que o cenário para o crescimento piorou. O Fundo passou a estimar uma alta de 7,9% do IPCA para este ano, contra 4,5% em sua última projeção para a inflação, feita em abril. Ao mesmo tempo, aumentou a conta para 2022 a 4,0%, de 3,5% antes.

As projeções do FMI para a economia brasileira também pioraram. O crescimento do Produto Interno Bruto foi agora calculado em 5,2% este ano e em 1,5% em 2022, reduções respectivamente de 0,1 e 0,4 ponto percentual sobre a estimativa de julho, a última para o PIB.

O Fundo também cortou sua estimativa para o crescimento global em 2021 para 5,9% de 6,0% em julho, e manteve o cenário para 2022 em 4,9%.

“Essa pequena revisão, no entanto, mascara grandes reduções para alguns países, disse o FMI no relatório. “A perspectiva para os países em desenvolvimento de baixa renda piorou consideravelmente devido à piora da dinâmica da pandemia. A redução também reflete perspectivas mais difíceis no curto prazo para o grupo de economias avançadas, em parte devido aos problemas de oferta.” Os Estados Unidos estão sofrendo grande parte desses efeitos, e o FMI reduziu a estimativa para a expansão do país em 2021 em um ponto percentual, a 6,0%.

Ásia e Europa em queda

As bolsas asiáticas tiveram quedas na terça, com perdas de ao menos 1% nas bolsas na China e na Coreia do Sul. Em Hong Kong, o índice Hang Seng perdeu 1,43%.

Na China continental, o Shanghai composto perdeu 1,25%; na Coreia do Sul, o Kospi recuou 1,35%; no Japão, o Nikkei recuou 0,94%.

O Banco do Povo da China (PBoC, na sigla em inglês) retirou do mercado 280 bilhões de yuans, no resultado líquido, em operações de recompra reversa nos últimos dois dias, segundo a Wind, o que pode ter prejudicado do sentimento do investidores e afetado a liquidez. Baoshan Iron & Steel caiu 4,2% e Inner Mongolia Baotou Steel, 5,3%, enquanto Tianqi Lithium cedeu 4,7% e Aluminum Corp. of China, 4,4%.

Já grandes incorporadoras em geral subiram, com Seazen Holdings em alta de 3,6% e Poly Developments, de 1,4%.

PUBLICIDADE

Os papéis do China Evergrande New Energy Vehicle tiveram alta de 4,56% após a empresa se comprometer na segunda a iniciar a produção de veículos elétricos em 2022. A companhia é ligada à incorporadora Evergrande, que já deixou de pagar valores relativos a diversos títulos em semanas recentes.

Na Bolsa de Tóquio, os setores de tecnologia e varejo foram pressionados em meio a preocupações com custos mais altos para empréstimos e nas matérias-primas. A companhia de e-commerce Mercari recuou 5,5% e Fast Retailing, 3,3%. Investidores monitoram também os preços do petróleo e as iniciativas na economia do novo premiê do Japão, Fumio Kishida.

A alta dos preços dos combustíveis alimenta temores de pressão inflacionária. A forte demanda por energia em meio à recuperação econômica pós pandemia contribuiu para a escassez no fornecimento em economias como a da China.

Na Europa, o índice Stoxx 600, que reúne as ações de 600 empresas de todos os principais setores de 17 países europeus, perdeu 0,07%, com destaque negativo para o setor de recursos básicos. A incerteza sobre a retomada econômica e também sobre o aperto monetário voltaram a pesar negativamente.

O índice de expectativas econômicas na Alemanha, elaborado pelo Instituto ZEW, caiu de 26,5 em setembro a 22,3 na leitura para outubro, informou a própria instituição nesta terça.  Analistas ouvidos pelo Wall Street Journal previam queda menor, a 24.

Trata-se da quinta queda consecutiva nessa pesquisa e da mínima desde março de 2020, em meio a problemas na cadeia de suprimentos. O índice das condições atuais passou de 31,9 em setembro a 21,6 em outubro.

Já a taxa de desemprego no Reino Unido caiu para 4,5% nos três meses finalizados em agosto em relação aos 4,6% do período de maio a julho, sendo que o número de vagas abertas no período de julho a setembro bateu recorde, alcançando 1,102 milhão, o que pode sinalizar um aperto monetário.

(com Reuters)

Analista da Clear apresenta plano detalhado para começar a construir uma renda diária utilizando a Bolsa de Valores. Inscreva-se grátis.