Prévia operacional

Iguatemi (IGTI11) tem alta de 30% nas vendas do 2º tri de 2022 ante igual período de 2019

Já as vendas mesmas lojas subiram 31% de abril ao fim de junho na mesma base de comparação

Por  Equipe InfoMoney -

A Iguatemi (IGTI11) informou sua prévia operacional referente ao segundo trimestre de 2022, informando que as vendas de seus lojistas no período totalizaram R$ 4,3 bilhões, recorde para o período e representando alta de 30,2% em relação ao mesmo período de 2019, pré-pandemia.

Já as vendas mesmas lojas subiram 31% de abril ao fim de junho ante o mesmo período de 2019.

“A retomada das vendas atrelada às economias no condomínio continua trazendo espaço para retirada dos descontos, sem
impactar indicadores como custo de ocupação e inadimplência líquida, que ficaram abaixo do segundo trimestre de 2019 (2T19) mesmo com crescimento no 2T22 de 56,2% no SSR (Aluguéis mesmas lojas) e de 42,1% no SAR (Aluguéis mesmas áreas). Em junho o crescimento foi de 59,1% no SSR e 42,5% SAR versus junho de 2019”, apontou a companhia no comunicado.

Já a recuperação das vendas, somadas aos esforços de contenção dos custos de condomínio, aponta a companhia, fez com que ela retornasse aos seus custos de ocupação históricos, o que possibilitou não só aumentar a cobrança dos aluguéis atuais, como também receber aluguéis passados, refletindo numa inadimplência negativa de 2,3% no trimestre.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe