Day Trade

Ibovespa testa limite de triângulo e sinaliza novas perdas neste pregão

Índice se aproxima da região de sobrecompra do IFR, o que pode fazer resistência ficar mais forte

SÃO PAULO – O Ibovespa fechou a quarta-feira (12) com queda de 0,25%, aos 59.474 pontos, em uma sessão bastante volátil. 

De acordo com Antonio Montiel, sócio da Escola de Operadores, o índice se encontra dentro de um triângulo simétrico e vai testando a resistência da figura, indicando indefinição no curto prazo.

“Soma-se a resistência dessa linha superior um nível de resistência histórico nos 59.600 pontos, que já foi testado inúmeras vezes sem sucesso ao longo dos últimos meses”, afirma o grafista.

Além disso, o IFR (Índice de Força Relativa) aproxima-se de zona de sobrecompra – o que torna essa resistência mais forte. “Não vejo compras com bons olhos”, salienta.

Contudo, no rompimento desse patamar, é capaz que o índice busque os 61.000 pontos – o que pode funcionar como ponto de compra. “Mas o mais provável é que a resistência termine por funcionar e vejamos um movimento de realização de curto prazo pelo menos até a linha inferior deste triangulo por volta dos 56500 pontos”, finaliza.

O InfoMoney declara que:

Este material contém as opiniões atuais do analista, que estão sujeitas a mudanças sem aviso e que podem ser divergentes da opinião de outros profissionais ou do InfoMoney, que poderá publicar informações que não apresentem similaridade com as informações aqui fornecidas. Para elaborar este material, foram utilizadas informações obtidas de fontes que o analista e o InfoMoney acreditam serem idôneas e fidedignas, mas o autor ou o InfoMoney não garantem a integridade, confiabilidade ou exatidão de tais informações.
O analista e o InfoMoney não se responsabilizam por nenhuma operação que for ou vier ser realizada pelos Investidores baseados nas informações aqui fornecidas, cabendo a eles, exclusivamente, a decisão de adquirir ou alienar valores mobiliários e o eventual ônus ou retorno financeiro decorrente de tal decisão. Este material não pode ser reproduzido ou redistribuído, no todo ou em parte, sem o prévio consentimento por escrito do InfoMoney.