AO VIVO Por Dentro Dos Resultados - Aura Minerals: os detalhes dos resultados da empresa em 2020 em entrevista com CEO e CFO; assista

Por Dentro Dos Resultados - Aura Minerals: os detalhes dos resultados da empresa em 2020 em entrevista com CEO e CFO; assista

Bolsa

Ibovespa sobe com boato de Lula e chance maior de impeachment; dólar desaba 2%

Mercado tem alta em meio a noticiário político e expectativas de estímulos na China após dados de inflação

SÃO PAULO – O Ibovespa opera em alta nesta segunda-feira (11), enquanto o dólar despenca. No radar, o site O Antagonista noticiou, citando duas fontes no STF (Supremo Tribunal Federal), que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva será preso. O índice de ações, mais cedo, já subia seguindo as bolsas internacionais, que avançam após dados de inflação da China abaixo do esperado aumentarem as expectativas de estímulo no país. Por aqui, o mercado espera pela votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff na Comissão de Impeachment da Câmara dos Deputados. O evento está marcado para as 17h (horário de Brasília). 

Às 12h50 (horário de Brasília), o benchmark da bolsa brasileira subia 0,56%, a 50.584 pontos. Já o dólar comercial recua 2,18% a R$ 3,5181 na venda, enquanto o dólar futuro para maio cai 2,19% a R$ 3,536. O câmbio estendeu perdas depois dos leilões de swap reverso do Banco Central acabarem sem nenhum comprador para os contratos de outubro e 7.700 contratos vendidos para julho de um total de 20 mil ofertados. Um novo leilão não programado foi convocado pelo Banco Central para as 11h30, o que fez com que a moeda norte-americana reduzisse as perdas. 

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2017 cai 1 ponto-base a 13,76%, ao passo que o DI para janeiro de 2021 registra perdas de 11 pontos-base a 13,59%.  

Segundo Daniel Ximenes Almeida, trader da Daycoval Investimentos, a alta da Bolsa hoje é motivada pela maior chance de impeachment, que investidores veem como tendo uma chance maior de passar no Congresso. Para ele, o rumor de prisão de Lula também mexe nos mercados, mas menos, já que o mais importante para a Bolsa é a mudança de governo e de política econômica. Já para um trader que não quis se identificar, o dólar renovando mínimas do ano é causado principalmente pelo rumor de prisão do ex-presidente, tendo em vista a queda brusca da moeda logo após a divulgação da notícia às 10h33. 

A grande questão que perturba os investidores é por que o desempenho extremamente negativo da divisa norte-americana não é acompanhado no mercado acionário. De acordo com Pablo Spyer, diretor da mesa de trade da Mirae Asset Wealth Management, dentro do cenário atual, a Bolsa sobe menos do que o dólar porque o índice já subiu muito em março e seu índice de voatilidade implícita é bem mais baixo do que o do câmbio. “A volatilidade implícita do dólar subiu muito e a do Ibovespa não subiu tanto. Essa é a grande razão. Não houve nenhum grande fluxo de dólar”, afirma.

PP desembarcando
O PP começa a desembarcar do governo com mais força. Ao contrário do anunciado na semana passada pelo presidente do partido, Ciro Nogueira (PI), de orientar deputados a votarem contra o impeachment, os diretórios no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Distrito Federal, Goiás, Espírito Santo e Acre decidiram apoiar o impeachment da presidente Dilma Rousseff. 

Governo espera ser derrotado
Segundo analistas, o governo tem consciência de que já vai perder a votação de hoje – e está interessado em em não ter uma derrota acachapante, para evitar que isso contamine os votos no plenário. A votação servirá também para Dilma e Lula sentirem qual o seu real poder de “persuasão” e “sedução”, com as armas das promessas, ameaças, liberação de verbas, nomeações e demissões. A maior parte dos deputados que vai votar hoje passou já pelo “confessionário” do ex-presidente instalado num hotel de luxo em Brasília. 

O último placar disponível para a votação era de 291 votos a favor do impeachment e 115 contra, segundo os números do Estado de S. Paulo. Faltam 51 votos para o mínimo de 342 necessários para o pedido ser aprovado. 

Lula cogita aceitar eleições gerais
Mesmo que a presidente Dilma Rousseff (PT) consiga uma vitória contra o impeachment, a situação pode não melhorar muito para ela. Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, o ex-presidente Lula já cogita aceitar a ideia de novas eleições gerais caso ele não tenha autonomia para tocar o governo em uma eventual sobrevivência da petista. Lula teria apoio de lideranças do PMDB, como o presidente do Senado, Renan Calheiros (AL), que inclusive tem estado bem próximo do petista desde que ele voltou a atuar nas negociações entre governo e Congresso.

PUBLICIDADE

Pesquisa Datafolha
Segundo pesquisa Datafolha deste fim de semana, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a líder da Rede Sustentabilidade, Marina Silva, lideram a corrida presidencial para 2018. Lula tem 21% das intenções de voto em um cenário em que o candidato do PSDB é o mineiro Aécio Neves. Já Marina teria 19% das intenções de voto. Em um cenário em que o candidato tucano é o paulista Geraldo Alckmin, Lula tem 22% das intenções de voto e Marina 23%. Aécio e Alckmin têm, respectivamente, 17% e 9% das intenções de voto.  

Ações em destaque
As ações da Petrobras (PETR3, R$ 10,52, +0,29%; PETR4, R$ 8,50, +2,91%), sobem, seguindo os preços do petróleo. O barril do WTI (West Texas Intermediate) sobe 1,69% a US$ 40,39, ao mesmo tempo em que o barril do Brent tinha ganhos de 2,00% a US$ 42,78. No radar da estatal, o período de exclusividade para negociações de venda da Petrobras Argentina foi prorrogado por mais 30 dias.

A companhia informou que as negociações com a Pampa Energia prosseguem e reitera que a transação ainda está sujeita à aprovação de seus termos e condições finais pela diretoria executiva e pelo conselho de administração da Petrobras, além dos órgãos reguladores. A estatal ainda informou que a produção total de óleo e gás em fevereiro soma 2,48 milhões barris por dia, contra 2,47 milhões registrados em janeiro.

As maiores altas dentre as ações que compõem o Ibovespa são:

Cód.AtivoCot R$% Dia
 CSNA3 SID NACIONALON8,86+7,39
 USIM5 USIMINAS PNA1,79+6,55
 BRAP4 BRADESPAR PN6,73+4,34
 VALE5 VALE PNA12,68+4,02
 GGBR4 GERDAU PN7,08+3,96

 

 

Dentro do setor mais pesado no Ibovespa, o financeiro, bancos grandes avançam, beneficiados pelo cenário político, que aumenta a probabilidade de uma troca de governo que significasse uma mudança na condução da política econômica rumo à ortodoxia. Itaú Unibanco (ITUB4, R$ 32,31, +1,92%), Bradesco (BBDC3, R$ 31,32, +2,02%; BBDC4, R$ 28,25, +3,06%) e Banco do Brasil (BBAS3, R$ 21,47, +2,73%) sobem. Juntas, as quatro ações respondem por pouco mais de 20% da participação na carteira teórica do nosso benchmark.

Já a Vale (VALE3, R$ 16,87, +3,88%; VALE5, R$ 12,68, +4,02%) sobe beneficiada pela alta do minério de ferro. A commodity spot com 62% de pureza e entrega no porto de Qingdao teve alta de 4,79% a US$ 56,62 a tonelada seca. Os preços foram impulsionados por uma alta de quase 6% nas cotações do aço na bolsa de Xangai, que atingiram uma máxima de 10 meses em meio a uma queda da oferta e à recuperação sazonal da demanda no país asiático.

No noticiário corporativo, o conselho de administração da Cetip (CTIP3, R$ 42,27, +0,38%) aprovou, na noite da sexta-feira, a proposta de fusão com a BM&FBovespa (BVMF3, R$ 16,03, +0,82%). Na proposta, para cada ação CTIP3, será pago 0,8991 ação da BVMF3 mais o valor de R$ 30,75. O valor será pago à vista, em parcela única, em até 40 dias, contados da obtenção de todas as aprovações regulatórias previstas na legislação. Com base nesta troca, os atuais acionistas da Cetip passarão a ser titulares de 11,8% do capital social da Bovespa.

Dentre as propostas que serão apresentadas na Assembleia Geral Extraordinária da BM&FBovespa está ainda a ampliação do número de integrantes do seu conselho de administração, de 11 para 13 membros, excepcionalmente pelo prazo de 2 anos, limitado ao término do mandato em vigor. Os dois novos conselheiros serão indicados pela Cetip e precisarão ser aprovados pelo conselho da Bovespa.” A ampliação temporária do número de Conselheiros visa a propiciar a melhor integração e absorção de conhecimento dos negócios da Cetip pela BM&FBovespa”, diz o comunicado.

PUBLICIDADE

As maiores baixas dentre as ações que compõem o Ibovespa são:

Cód.AtivoCot R$% Dia
 LAME4LOJAS AMERICPN EB15,35-4,36
 EMBR3EMBRAER ON21,24-4,28
 JBSS3JBS ON9,27-3,64
 KLBN11KLABIN S/A UNT N215,95-3,33
 LREN3LOJAS RENNERON20,58-2,92

 

Entre as quedas estavam as exportadoras de papel e celulose. Fibria (FIBR3, R$ 27,84, -1,45%) e Suzano (SUZB5, R$ 10,77, -2,00%) operam em fortes quedas por conta do desempenho negativo do dólar. Por possuírem suas receitas na moeda norte-americana, essas empresas têm as suas rentabilidades reduzidas quando há desvalorização da divisa dos EUA ante o real.

Relatório Focus
Também tinha algum peso por aqui o Relatório Focus, com a mediana das projeções de diversos economistas, casas de análise e instituições financeiras para os principais indicadores macroeconômicos. A previsão para o PIB (Produto Interno Bruto) em 2016 caiu de uma retração de 3,73%, para uma de 3,77%. Já no caso do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), que é o medidor oficial de inflação utilizado pelo governo, as projeções são de que haja um avanço de 7,14% este ano, contra 7,28% projetados anteriormente.

Cenário externo
Os índices norte-americanos e as bolsas europeias operam em alta após dados negativos na China reforçarem as expectativas de estímulo na maior economia da Ásia. 

O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da China subiu 2,3% em março ante igual mês do ano passado, repetindo a variação de fevereiro, segundo dados publicados pelo Escritório Nacional de Estatísticas do país. O resultado veio abaixo da expectativa de 14 economistas consultados pelo Wall Street Journal, que previam alta anual de 2,5% em março.

Pequim tem meta de inflação de cerca de 3% para este ano. Desde que o CPI permaneça bem abaixo desse nível, o banco central chinês (PBoC) deverá ter espaço para continuar relaxando sua política monetár ia, sem se preocupar excessivamente com as consequências inflacionárias.

Na comparação mensal, o CPI chinês recuou 0,4% em março. Em fevereiro, o índice havia subido 1,6% ante janeiro. No primeiro trimestre, o CPI da China acumulou alta de 2,1% no confronto anual.

Especiais InfoMoney:

PUBLICIDADE

Confira a atualização do Guia 2016 e a Carteira InfoMoney de abril, que tem 5 novos papéis: CLIQUE AQUI

André Moraes diz o que gostaria de ter aprendido logo que começou na Bolsa