Bolsa

Ibovespa sobe com alta do minério e maior valorização do yuan desde 2005; dólar cai

Mercado tem dia de alta impulsionado pela alta das commodities após aceno positivo da China; retorno do Congresso é destaque doméstico

SÃO PAULO – O Ibovespa opera em alta nesta segunda-feira (15) acompanhando as altas das bolsas internacionais em dia de feriado nos Estados Unidos após ação do People’s Bank of China de elevar o valor fixo do yuan em 0,3%. O petróleo ajuda a manter o otimismo nos mercados, ao mesmo tempo em que o minério de ferro subiu 6% e traz força para as ações da Vale. Na agenda externa, o presidente do BCE (Banco Central Europeu) disse que a autoridade monetária está pronta para agir em março. Por aqui, o evento mais importante do dia é o retorno dos trabalhos do Congresso Nacional.

Às 12h56, o benchmark da Bolsa brasileira subia 1,49%, a 40.399 pontos. Já o dólar comercial tem alta de 0,22% a R$ 3,9981 na venda, enquanto o dólar futuro para março recua 0,19% a R$ 4,014. No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2017 tem queda de 1 ponto-base a 14,40%, ao passo que o DI para janeiro de 2021 recua 11 pontos-base a 15,95%.

Também tinha algum peso por aqui o Relatório Focus, com a mediana das projeções de diversos economistas, casas de análise e instituições financeiras para os principais indicadores macroeconômicos. A previsão para o PIB (Produto Interno Bruto) em 2016 foi de uma contração de 3,21% para uma maior, de 3,33%. Já no caso do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), que é o medidor oficial de inflação utilizado pelo governo, as projeções são de que haja um avanço de 7,61% este ano, contra 7,56% projetados anteriormente.

Ações em destaque
Seguindo as mineradoras internacionais, as ações de Vale (VALE3, R$ 10,70, +4,39%; VALE5, R$ 7,84, +3,70%) e Bradespar (BRAP4, R$ 3,78, +5,59%) – holding que detém participação na Vale – disparam nesta manhã, em meio à alta do minério de ferro, que fechou com ganhos de 5,98%, a US$ 46,26 a tonelada, em um dia no qual a China elevou o valor fixo do yuan em 0,3%, fazendo a maior alta da moeda desde 2005. Os papéis das siderúrgicas Usiminas (USIM5, R$ 0,87, +2,35%), Gerdau (GGBR4, R$ 3,89, +3,73%) Metalúrgica Gerdau (GOAU4, R$ 1,32, +2,33%) e CSN (CSNA3, R$ 4,15, +3,23%) também acompanham o movimento positivo nesta sessão. 

O BTG Pactual lembra que saíram também os dados da Balança Comercial chinesa, com destaque para as importações de minério de ferro, que totalizaram 82,2 milhões de toneladas, uma queda de 15% na comparação mensal e uma alta de 5% na base anual. Já as exportações de aço chegaram a 9,7 milhões de toneladas, bem em linha com os últimos meses.  “Os últimos dados de estoques de minério no porto apontam para um aumento na semana perto de 1,5 milhões de toneladas, chegando a 96 milhões de toneladas (o que indica que o mercado físico não esta tão apertado)”, analisa o banco em relatório. 

As maiores altas dentre as ações que compõem o Ibovespa são:

Cód.AtivoCot R$% Dia
 BRAP4 BRADESPAR PN3,79+5,87
 HGTX3 CIA HERING ON12,96+4,43
 VALE3 VALE ON10,70+4,39
 QUAL3 QUALICORP ON12,82+4,23
 CSAN3 COSAN ON24,52+4,12

 

Na mesma direção, os papéis da Petrobras (PETR3, R$ 6,50, +3,01%; PETR4, R$ 4,54, +2,02%) avançam. Segundo informações do Valor Econômico, a presidente Dilma aceita rediscutir o papel da Petrobras na exploração do pré-sal. Hoje, a Petrobras é legalmente a única operadora e deve ter participação obrigatória de pelo menos 30% nos consórcios. A presidente concorda com mudanças, informa o Valor, desde que a empresa mantenha o direito de preferência nos próximos leilões.

Vale destacar que o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, não fez “qualquer avaliação nem manifestação sobre projetos em tramitação no Congresso Nacional que objetivem modificar a legislação relativa ao setor de petróleo e gás”, segundo nota do ministério. Braga conversou com repórteres em 11 de fevereiro sobre as normas relativas a conteúdo nacional e ao fundo social, diz MME. Na semana passada, o Valor Econômico havia noticiado que o ministro aceitou debater papel da Petrobras como operadora do pré-sal.

PUBLICIDADE

As maiores baixas dentre as ações que compõem o Ibovespa são:

Cód.AtivoCot R$% Dia
 ECOR3ECORODOVIAS ON4,00-4,99
 SMLE3SMILES ON30,48-1,52
 SUZB5SUZANO PAPELPNA13,68-0,87
 FIBR3FIBRIA ON38,15-0,65
 BRKM5BRASKEM PNA22,92-0,17

 

Entre as quedas estavam como destaque as ações da companhia administradora de programas de fidelidade, Smiles (SMLE3, R$ 30,83, -1,52%).

Fitch
A agência de classificação de risco Fitch disse que a crise do crédito no Brasil tende a se aprofundar. Em duas décadas cobrindo Brasil, Joe Bormann, diretor da Fitch, diz que nunca viu empresas em situação tão complicada. A fala vem ao mesmo tempo em que o gestor do Verde Asset Management, Luis Stuhlberger, diz ver fundamento para que as ações brasileiras caiam ainda mais e só o otimismo dos estrangeiros sustentaria os preços atuais. 

Cenário externo
As bolsas chinesas revertem parte das perdas e fecharam com leve queda nesta segunda-feira, com a confiança impulsionada por uma forte valorização do yuan e pela alta das ações japonesas que, com o restante dos papéis da região, encerraram uma sequência de cinco dias de quedas, apesar de dados fracos do Japão e da China sugerirem que a recuperação pode ser curta.

O yuan mais forte, que diminuiu os temores com uma depreciação por ora, ajudou a compensar o impacto dos dados fracos do comércio da China, disseram operadores. As exportações e importações da China caíram mais que o esperado em janeiro: as exportações caíram 11,2% sobre ano anterior, enquanto as importações recuaram 18,8%. O  yuan teve maior alta desde 2005, ajustando-se à queda do dólar registrada durante o feriado chinês, após PBOC elevar o valor fixo da moeda em 0,3% e após o presidente do Banco do Povo da China Zhou Xiaochuan acenar com suporte para o câmbio.

Já as bolsas europeias sobem forte pelo 2º dia seguido, com o DAX em alta de 3,05%, o FTSE em alta de 2,28% e o CAC 40 com ganhos de 3,68%. Em dia de feriado nos EUA, com os mercados fechados por conta do feriado de Dia do Presidente, o destaque fica para o discurso do presidente do BCE (Banco Central Europeu), Mario Draghi, no Comitê do Parlamento. 

Leia também:

InfoMoney atualiza Carteira para fevereiro; confira

Analista-chefe da XP diz o que gostaria de ter aprendido logo que começou na Bolsa

PUBLICIDADE