Bolsa

Ibovespa sobe 2,5% seguindo bolsas mundiais após estímulos na China; dólar e DIs caem

Índice recupera parte das perdas de ontem em meio a confirmação de incentivos na segunda maior economia do mundo

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O Ibovespa opera em alta nesta terça-feira (25) seguindo a disparada das bolsas internacionais depois que a China deu os tão esperados estímulos à economia como o corte na taxa de compulsório e na taxa de empréstimos. As boas indicações do governo chinês fazem os índices norte-americanos Dow Jones e S&P 500 subirem 2,47% a 16.264 pontos e 2,63% a 1.943 pontos respectivamente, além de impulsionar commodities como o petróleo, com o barril do Brent registrando alta de 2,69% a US$ 43,84. 

Às 12h33 (horário de Brasília), o benchmark da Bolsa brasileira subia 2,48%, a 45.438 pontos. Já o dólar comercial recua 0,50% a R$ 3,5346 na venda, ao mesmo tempo em que o dólar futuro para setembro registra perdas de 0,37% a R$ 3,547. No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2017 recua 6 pontos-base a 14,03% ao passo que o DI para janeiro de 2021 cai 3 pbs a 13,87%. Ontem o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, disse que a inflação terá forte queda.

No cenário doméstico o Senado começa a votar hoje as medidas da chamada agenda Brasil, testando trégua política após entendimento entre o presidente do Congresso Renan Calheiros (PMDB-AL) e o governo. Enquanto isso, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) avalia ação contra Dilma, que admite erros após União anunciar corte de ministérios.

Indicadores
O Brasil registrou déficit em transações correntes de US$ 6,163 bilhões em julho, informou o Banco Central nesta terça-feira, acumulando em 12 meses um saldo negativo equivalente a 4,34% do Produto Interno Bruto (PIB). O resultado no mês veio melhor ao estimado por economistas consultados pela Reuters, que esperavam saldo negativo em julho de US$ 6,7 bilhões.

Já os Investimentos Diretos no País (IDP) – antiga denominação para Investimentos Estrangeiros Diretos (IED) – alcançaram 5,994 US$ bilhões em julho, contra expectativa de 6 bilhões de dólares em pesquisa Reuters.

Também foi divulgada às 9h desta terça a Pnad (Pesquisa Nacional de Amostra por Domicílio) Contínua, que mostrou um aumento da taxa de desemprego a 8,3% no segundo trimestre de 2015, ante 7,9% no primeiro trimestre deste ano. O número foi o maior da série histórica iniciada em 2012.

Destaques de ações
Depois de caírem forte ontem, as ações da Petrobras (PETR3, R$ 9,16, +5,29%; PETR4, R$ 8,13, +4,77%) disparam mais de 3% nesta terça. Após a forte queda de 6% ontem em meio ao cenário de pânico das bolsas mundiais com a China, a Petrobras voltou a registrar ganhos, também de olho nas novas medidas chinesas. Hoje, o dia é de recuperação para os mercados: o preço do barril de petróleo brent sobe 2,88%, a US$ 43,92, enquanto o WTI tem ganhos de 2,80, a US$ 39,31, o que impulsiona também as ações da estatal.

As maiores altas dentre as ações que compõem o Ibovespa são:

Cód.AtivoCot R$% Dia
 PETR3 PETROBRAS ON9,16+5,29
 PETR4 PETROBRAS PN8,13+4,77
 BRML3 BR MALLS PAR ON11,61+4,59
 ECOR3 ECORODOVIAS ON6,64+4,57
 CCRO3 CCR SA ON14,53+4,23

 

PUBLICIDADE

 

Além da Petrobras, as ações da Vale (VALE3, R$ 15,99, +3,83%; VALE5, R$ 12,69, +2,50%) e das siderúrgicas registram forte alta depois de despencarem ontem. Com as medidas adotadas pelo BC chinês, os ativos sobem cerca de 4%. No mercado de commodities, o minério de ferro cotado no porto de Qingdao, na China, encerrou a sessão com leve alta de 0,32%, a US$ 53,45 a tonelada. 

Os papéis dos bancos amenizam ganhos após a senadora Gleisi Hoffman falar que vai votar fim dos juros sobre capital próprio na semana que vem e aumento da CSLL (Contribuição Social do Lucro Líquido). Apesar disso, sobem Bradesco (BBDC3, R$ 25,41, +3,76%; BBDC4, R$ 23,53, +2,89%), Itaú Unibanco (ITUB4, R$ 26,77, +3,44%), Banco do Brasil (BBAS3, R$ 18,24, +1,73%) e Santander (SANB11, R$ 14,18, +1,29%).

Apesar da proximidade da votação trazer apreensão ao mercado, a senadora e relatora do novo texto diz que vê mais chances da CSLL (tributo dos bancos) subir para 20% do que para 23%, como proposto por ela primeiramente.  

As ações da Gol (GOLL4, R$ 4,12, +3,78%) tem alta hoje, acompanhando o dia de repique do mercado, depois de ter renovado na véspera mínima histórica. Na segunda-feira, a agência de classificação de risco Standard & Poor’s rebaixou a nota da empresa na escala global e nacional, com perspectiva estável, citando enfraquecimento dos fundamentos da companhia por conta da deterioração macroeconômica. Somente em agosto, as ações da Gol já caíram 30%, enquanto no ano desabam 71,9%. Por conta da forte queda, operadores do mercado já comentavam que a notícia da S&P não deveria fazer preço nas ações da companhia aérea.  

As maiores baixas dentre as ações que compõem o Ibovespa são:

Cód.AtivoCot R$% Dia
 RUMO3RUMO LOG ON7,39-2,51
 LREN3LOJAS RENNER ON95,47-0,29

 

Cenário externo
Após o fechamento das bolsas asiáticas, o Banco Central da China anunciou uma série de medidas para conter a baixa dos mercados, como o corte na taxa de compulsório e da taxa de empréstimos, que vinham sendo amplamente esperados pelo mercado. Com isso, o alemão DAX sobe cerca de 4,3%, enquanto o CAC 40 tem alta de 4,65%.

PUBLICIDADE

Ontem, a queda da bolsa de Xangaia foi a maior desde 2007, levando a agência estatal Xinhua descrever o tumultuado pregão de “Black Monday”. Os mercados despencaram novamente, com investidores desesperados com a falta de medidas de Pequim em reação a dados recentes sugerindo que a desaceleração da segunda maior economia do mundo está se aprofundando.

A China, um dos mais importantes motores da economia global, superou a Grécia no topo da lista de preocupações que acometem investidores globais, que temem que a economia esteja crescendo em ritmo muito mais lento do que a meta oficial de 7% por cento para 2015.

Dentre outras medidas para conter a queda do mercado, o Banco Popular da China anunciou nesta terça-feira a injeção de um total de 150 bilhões de iuanes, cerca de US$ 23,4 bilhões, no sistema financeiro do país para aumentar sua liquidez. O banco central chinês explicou, em comunicado publicado pela agência oficial “Xinhua”, que a redução da liquidez disponível no mercado, causada pela desvalorização do iuane, tornou esta intervenção necessária. Com isso, o dia também é de recuperação para as commodities, com o petróleo brent subindo 3,42%, a US$ 44,15.

O dia é de alta para as bolsas europeias. Dentre os dados do continente europeu, o índice de sentimento das empresas da Alemanha subiu para 108,3 em agosto, de 108,0 em julho, segundo dados publicados hoje pelo instituto alemão Ifo. O resultado surpreendeu analistas consultados pela Dow Jones Newswires, que previam queda do indicador, a 107,5.

O subíndice do Ifo de condições atuais avançou a 114,8 em agosto, de 113,9 em julho, superando a previsão do mercado, de estabilidade a 113,9. Já o subíndice sobre as expectativas das empresas para os próximos seis meses recuou ligeiramente, a 102,2, de 102,4, mas veio acima da leitura esperada de 101,8.