Comentário diário

Ibovespa sobe 1% com fala de Meirelles e disparada da Petrobras após dado dos EUA

Mercado sobe apesar de novo fracasso do governo e falta de convicção nos mercados do exterior

SÃO PAULO – O Ibovespa sobe forte nesta quarta-feira (3), acelerando ganhos depois do discurso do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que tentou acalmar os ânimos do mercado após o Senado adiar as votações da renegociação das dívidas dos estados e municípios e da meta fiscal de 2017. Mais cedo, a Bolsa já subia puxada pela disparada da Petrobras após uma queda brusca nos estoques de gasolina nos Estados Unidos. 

Às 14h51 (horário de Brasília), o benchmark da bolsa brasileira tinha alta de 1,20%, a 56.834 pontos. Já o dólar comercial vira para queda de 0,66% a R$ 3,2446 na venda, enquanto o dólar futuro para setembro tem baixa de 0,44% a R$ 3,276. No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2018 sobe 1 ponto-base a 12,84%, ao passo que o DI para janeiro de 2022 avança 4 pontos-base a 12,12%. 

Segundo o economista da Leme Investimentos, João Pedro Brugger, embora em seu discurso, o ministro da Fazenda não tenha trazido algo de novo em relação a medidas que serão aprovadas para promover o ajuste fiscal, ele acalma os ânimos em um momento em que a paciência do mercado com o governo interino parecia chegar ao fim. “Acho que pode ter ajudado. É complicado comparar essa equipe econômica com a do Joaquim Levy, o governo Temer realmente tem mais capacidade de diálogo. O temor é só que ao tentar agradar a todo mundo ele não agrade a ninguém”, explica. 

Na sua avaliação, é preciso passar logo todo o processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff para o otimismo voltar e a aprovação de medidas realmente engrenar. 

Já de acordo com Luiz Felipe Mello, analista da Appia, não só Meirelles fez a Bolsa acelerar ganhos, mas todo o novo quadro político ajudam o mercado a subir. “O Pedro Parente como presidente da Petrobras está falando o que o mercado quer ouvir. Paralelo a isso, o cenário mundial é de taxa de juros zero ou extremamente baixa, o que atrai um grande fluxo de capital para cá com a nossa Selic em 14,25%”, diz Mello. 

Meirelles
O ministro disse em evento do Bradesco no Rio de Janeiro que a adoção de um teto de gastos similar ao da União é a maior contrapartida que estados e municípios darão na negociação das suas dívidas. “Qual é a grande contrapartida, a mais importante de todas? É a institucionalização para os Estados dos mesmos termos proposta da emenda constitucional que limita o crescimento de gastos da União. As despesas dos Estados passam a crescer nominalmente apenas igual à inflação do ano interior”, disse Meirelles. 

Ele indicou que o reconhecimento do problema fiscal brasileiro passou pela declaração da “situação real das contas públicas”, com o reconhecimento da meta de déficit primário da ordem de R$ 170,5 bilhões. “É um número de fato muito elevado, mas é real. É realista e o mais importante é que no próximo ano teremos uma previsão e uma meta de 130 bilhões”, completou. 

O ministro da Fazenda afirmou que já é possível ver resultados das medidas tomadas pela atual equipe econômica, nomeada pelo governo interino do presidente Michel Temer. Meirelles citou a melhora em índices de confiança, que começam a mostrar recuperação, embora ainda permaneçam em níveis distantes do pico histórico. A retomada da confiança pode ajudar a recuperar o crescimento e a arrecadação tributária, acredita o ministro. “Prevê-se certa recuperação da curva de arrecadação tributária”, disse Meirelles.

Estoques de petróleo
A EIA (Energy Information Administration) mostrou que os estoques de petróleo nos EUA subiram em 1,41 milhão de barris na semana passada, superando e muito a expectativa mediana dos economistas, que era de queda de 1,49 milhão no número de barris. 

PUBLICIDADE

O dado chegou a dar um “susto” na Petrobras, que até virou para queda na hora, mas logo se afastou desse movimento e voltou a subir forte. A questão é que os estoques de gasolina desabaram em 3,3 milhões de barris, surpreendendo investidores e levando a um otimismo com a demanda por combustíveis. 

ADP
A ADP (Automatic Data Processing) divulgou nesta quarta-feira que a criação de vagas nos Estados Unidos em julho foi de 179 mil. O número superou as expectativas medianas dos economistas, que esperavam uma geração de 165 mil postos de trabalho no mês passado, ante os 172 mil empregos criados em junho. O ADP é visto como uma prévia do mais importante indicador desta semana, que será o Relatório de Emprego dos EUA (os famosos nonfarm payrolls), que sai na sexta-feira (5) às 9h30.

Sem avanços no Senado
A votação do projeto de lei complementar (PL 257/16) que trata da renegociação das dívidas dos estados foi adiada para a próxima semana. A decisão foi tomada após o relator da proposta, Esperidião Amin (PP-SC), ter acatado sugestões dos líderes partidários, o que pode gerar preocupações sobre o fiscal.

O projeto tem sido alvo de críticas de deputados que afirmam que a medida impõe restrições severas aos estados e perdas de direitos sociais aos trabalhadores.

Além disso, vale destacar que, de acordo com o presidente do Senado Renan Calheiros, a votação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff no Senado Federal deverá ser concluída até o fim deste mês. “O julgamento começará no dia 25 ou 26 [de agosto]. Com certeza, temos como concluir isso [votação] antes do final do mês. Eu vou trabalhar para que isso efetivamente aconteça”, disse Renan à imprensa.

Meirelles faz concessões
O novo texto do projeto de renegociação da dívida dos estados com a União retirou algumas contrapartidas exigidas pelo governo. A ideia inicial era proibir os aumentos e contratações de servidores por dois anos. Mas o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou ontem que os estados poderão reajustar salários e contratar novos funcionários desde que não ultrapassem o teto de gastos públicos estabelecido pela proposta enviada ao Congresso.

Desgaste político
As concessões do governo no projeto que renegocia a dívida dos estados e municípios, que mesmo assim não foram o bastante para que ele fosse votado ontem, não foram bem aceitas pelo mercado. Vendo essa reação negativa, Meirelles convocou uma coletiva na terça-feira (2) afirmando que a discussão sobre as mudanças da LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal) não é a essência deste acordo. Para ele, o crescimento, baseado na inflação passada dos gastos totais dos estados, é a principal contrapartida e ele não voltará atrás ao abrir questão da mudança na definição de despesa com pessoal.

Conforme destaca a LCA Consultores, “o desgaste político do governo e, principalmente de Meirelles, é incontestável” ao tratar sobre a renegociação da dívida dos estados. “A sinalização para os investidores também não foi boa, pois passa a imagem de que o governo não tem força política para aprovar medidas mais duras, necessárias para o ajuste fiscal”.

PUBLICIDADE

Ações em destaque
A notícia de venda de ativos e de uma relativa vitória nos EUA levam as ações da Petrobras (PETR3, R$ 13,44, +3,62%; PETR4, R$ 11,79, +3,79%) a desafiarem o pessimismo da sessão e subirem, assim como a recuperação do petróleo: o brent é negociado em alta de 2,97%, a US$ 43,04.

No noticiário da estatal, a Justiça dos Estados Unidos suspendeu por tempo indeterminado o julgamento da ação coletiva contra a Petrobras, movida pelos acionistas em função dos prejuízos provocados pela corrupção revelada na Operação Lava Jato, em uma vitória da estatal. A informação foi dada pela estatal em comunicado ao mercado na noite desta terça. A decisão suspende também outras 27 ações individuais movidas por investidores contra a petroleira. Somente a ação coletiva, que tramita desde 2014, requer ressarcimento de até US$ 10 bilhões da estatal. A Petrobras questiona desde fevereiro a validade do processo na primeira instância.

As maiores altas dentre as ações que compõem o Ibovespa são:

Cód.AtivoCot R$% Dia
 USIM5 USIMINAS PNA3,95+9,42
 CSNA3 SID NACIONALON10,56+5,18
 VALE5 VALE PNA15,33+4,57
 VALE3 VALE ON18,81+4,56
 GOAU4 GERDAU MET PN2,78+4,51

 

 

A Vale (VALE3, R$ 18,81, +4,56%; VALE5, R$ 15,33, +4,57%) passa a subir apesar da queda do minério de ferro. A commodity spot com 62% de pureza e entrega no porto de Qingdao teve baixa de 0,44% a US$ 61,67.

Dentro do setor mais pesado no Ibovespa, o financeiro, bancos grandes operam em alta. Itaú Unibanco (ITUB4, R$ 34,96, +3,34%), Bradesco (BBDC3, R$ 29,17, +0,38%; BBDC4, R$ 28,56, +1,89%) e Banco do Brasil (BBAS3, R$ 20,54, +1,68%) avançam. Juntas, as quatro ações respondem por pouco mais de 20% da participação na carteira teórica do nosso benchmark.

As maiores baixas dentre as ações que compõem o Ibovespa são:

Cód.AtivoCot R$% Dia
 BRFS3BRF SA ON51,34-2,21
 SMLE3SMILES ON52,00-2,07
 NATU3NATURA ON31,01-1,77
 LREN3LOJAS RENNERON26,66-1,62
 BRKM5BRASKEM PNA18,22-1,46

 

PUBLICIDADE

Uma das maiores quedas da carteira teórica Ibovespa era das ações da companhia administradora de programas de fidelidade Smiles (SMLE3, R$ 51,99, -2,09%). 

ISM Services
Já a Associação de Executivos de Compras dos EUA divulgou o índice ISM (Institute for Supply Management) de Não-Manufaturas, que mostrou uma queda para 55,5 pontos em julho, um pouco abaixo da mediana das projeções dos economistas, que era de uma queda para 55,8 pontos dos 56,5 pontos registrados em junho.

InfoMoney reestreia o Cenário RI
A programação da InfoMoneyTV terá um novo programa: o Cenário RI, no qual o diretor de Relações com Investidores de uma empresa listada na Bolsa falará sobre o cenário da companhia e as perspectivas. O programa de reestreia contou com o diretor de RI da Cetip, Willy Jordan, que explicou por que a ação subiu 350% desde seu IPO. Confira a entrevista clicando aqui.

Cenário externo
As principais bolsas mundiais oscilam entre leves perdas e ganhos nesta quarta após os dados acima do esperado do emprego nos EUA, antecedendo o payroll a ser divulgado na sexta-feira. A exceção é o japonês Nikkei, que fechou em forte queda com um sell-off após os estímulos à economia desapontarem. Entre os dados econômicos, o crescimento no setor de serviços na China perdeu força em julho, com expansões mais fracas na atividade: o PMI Caixin/Markit de serviços caiu para 51,7 em julho em uma base ajustada sazonalmente, ante a máxima de 11 meses de 52,7 em junho. O índice Xangai Composto tem 2ª alta seguida; em Hong Kong, mercado de ações tem maior queda em mais de 5 semanas. A China planeja aliviar restrições do mercado futuro de ações, de acordo com pessoas familiarizadas com o assunto ouvidas pela Bloomberg; o plano sugere que autoridades estão mais confiantes na estabilização do mercado de ações.

Já o petróleo interrompe trajetória de queda em NY, mas se mantém abaixo de US$ 40 o barril, após API informar queda de estoques e antes de dados do DOE. No pré-market da Bolsa de Nova York, o ADR do HSBC tem a maior alta desde abril, com ganhos de 4%, após anunciar plano de recompra de ações de US$ 2,5 bilhões.