Bolsa

Ibovespa sobe mais de 1% e se aproxima dos 118 mil pontos com minério, aprovação da LDO e Fomc

Bolsa dispara rumo à máxima histórica após zerar as perdas no ano na sessão anterior

(Austin Distel/Unsplash)

SÃO PAULO – O Ibovespa sobe mais de 1% nesta quarta-feira (16) puxado por Vale (VALE3) e bancos em meio à continuidade do rali do minério e a aprovação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) na Câmara dos Deputados.

Os deputados aprovaram o projeto por 444 votos a 10 e agora analisam os destaques apresentados por deputados e senadores. O relator da proposta (PLN 9/20), senador Irajá (PSD-TO), fez alterações na versão do Poder Executivo. Ele manteve como meta fiscal no próximo ano um déficit primário de R$ 247,1 bilhões – resultado das receitas menos despesas antes do pagamento de juros.

Sobre o minério, hoje os contratos futuros negociados na bolsa de Dalian fecharam em alta de 2,96%, cotados a 1008,0 iuanes, equivalente hoje a US$ 154,42.

No radar macroeconômico, os investidores ficaram atentos à decisão de juros do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês), que manteve a taxa básica de juros nos Estados Unidos na banda entre 0% e 0,25% ao ano.

Além disso, a autoridade monetária americana reforçou seu compromisso de comprar pelo menos US$ 120 bilhões em títulos por mês “até que um progresso substancial tenha sido feito em direção às metas máximas de emprego e estabilidade de preços do Comitê”, diz o comunicado.

Também no radar, as conversas sobre um pacote de US$ 748 bilhões em estímulos parecem ter progredido. Após reunião com a presidente da Câmara de Representantes, Nancy Pelosi, o líder da maioria republicana no Senado, Mitch McConnell, disse estar otimista com um acordo em breve.

De acordo com a Bloomberg, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que se ofereceu para incluir os gatilhos no projeto de ajuda aos estados antes da votação, porém os líderes do governo pediram que ele não o fizesse. Isso levou a críticas de Maia, que acusou o Planalto de ter perdido a vontade e as condições de manter a austeridade fiscal prometida nas eleições de 2018.

Às 16h30 (horário de Brasília), o Ibovespa tem alta de 1,42%, aos 117.793 pontos. Os ganhos da Bolsa hoje vêm após o índice zerar as perdas no ano no pregão anterior. Vale lembrar que hoje teve vencimento de opções sobre o índice e dos contratos do Ibovespa Futuro para dezembro.

Enquanto isso, o dólar comercial sobe 0,74% a R$ 5,1257 na compra e a R$ 5,1267 na venda. O dólar futuro com vencimento em janeiro de 2021 registrava alta de 0,71%, a R$ 5,118.

PUBLICIDADE

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2022 sobe quatro pontos-base a 2,98%, o DI para janeiro de 2023 tem alta de oito pontos-base a 4,35%, o DI para janeiro de 2025 avança 10 pontos-base a 5,93% e o DI para janeiro de 2027 registra variação positiva de oito pontos-base a 6,76%.

Voltando ao exterior, Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, órgão Executivo da União Europeia, afirmou que houve progresso nas negociações com o Reino Unido sobre o acordo comercial pós-Brexit, impulsionando o valor de ações.

Ela afirmou que os próximos dias devem ser “críticos”. O atual acordo comercial tem prazo para se encerrar em 31 de dezembro.

No continente europeu, os investidores também acompanham o fechamento de economias importantes como Alemanha, Holanda e Itália durante o período de Natal, com o intuito de impedir um forte aumento de casos de infecção por covid.

Inicialmente, o plano desses países era relaxar as regras durante o período natalino.

Nesta quarta, a Alemanha inicia um lockdown de um mês. Escolas e negócios considerados não essenciais devem fechar.

O país voltou a registrar recorde de mortes por covid na quarta. Foram 910, muito acima do patamar de 206 registrado dois dias antes. No mesmo dia, a Alemanha também registrou seu recorde de novos casos, 33.825.

PUBLICIDADE

Após críticas, o Reino Unido também está reconsiderando seus planos de relaxar as restrições durante o Natal.

Vacinação no Brasil

O Brasil registrou nas últimas 24h 964 mortes por Covid. Foi a primeira vez que o patamar superou 900 mortes em quase três meses.

Assim, a média móvel de mortes nos últimos dias chegou a 667, patamar 25% superior ao de 14 dias antes, e o mais alto desde outubro, quando a média móvel chegou a 675. Dezoito estados e o Distrito Federal registraram alta de mortes.

Em 24 horas, foram confirmados 44.849 novos casos de covid, atingindo uma média móvel de 42.620 casos em sete dias, aumento de 11% frente o patamar de 14 dias antes.

Na terça, o Ministério da Saúde enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) informações sobre o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação. O governo afirmou que o plano seria integralmente executado em 16 meses, sem informar uma data exata para o início da imunização no Brasil.

Contudo, o Planalto afirmou que, após o registro de uma vacina ou autorização para uso emergencial pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o produto poderá ser comprado e entregue ao Complexo de Armazenamento do Ministério da Saúde. Depois disso, a previsão de distribuição para unidades da federação seria de até cinco dias, abrindo caminho para o início da vacinação.

O governo estipulou quatro grupos prioritários, mas não revelou sua composição. Nesta quarta durante a manhã, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, pretendem apresentar o plano, possivelmente trazendo novos detalhes.

Na terça, o deputado Geninho Zuliani (DEM-SP), relator da medida provisória sobre a compra da vacina contra a Covid a ser produzida pelo consórcio internacional Covax Facility, coordenado pela Organização Mundial de Saúde, afirmou que pretendia incluir a previsão de que cidadãos assinassem um termo de responsabilidade antes de se vacinarem, como fora defendido pelo presidente.

PUBLICIDADE

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou, no entanto, que conversou com o colega de partido, e que a medida provisória deve ser votada na quinta sem este ponto. Maia afirmou que, se o presidente desejar pode enviar a proposta como emenda.

Radar corporativo

No radar corporativo, a Suzano anunciou na terça-feira que seu conselho de administração aprovou plano de investimento de R$ 4,9 bilhões para 2021.

Já o conselho de administração da PetroRio aprovou nesta terça-feira o início dos trabalhos para realização de oferta pública de ações com esforços restritos, visando a captar cerca de US$ 250 milhões.

Já a Engie Brasil aprovou nesta terça-feira crédito de dividendos intercalares adicionais no valor de R$ 554,4 milhões, correspondentes a R$ 0,68 por ação, informou a empresa em comunicado. Além disso, o conselho da Engie Brasil também aprovou crédito de juros sobre o capital próprio no valor de R$ 175 milhões, correspondentes a R$ 0,21 por ação, com registro contábil programado para 31 de dezembro de 2020. Ele também será pago posteriormente, acrescentou a companhia.

Já a Sanepar, companhia de água e esgoto do Paraná, anunciou na terça-feira a prorrogação da tarifa social por 90 dias a partir de 20 de dezembro.

Também em destaque, a Neogrid teve preço em IPO de R$ 4,50 por ação, abaixo do piso.

Quer receber aluguel sem ter imóvel? Thomaz Merluzzi, estrategista de Fundos Imobiliários da XP, oferece treinamento gratuito para quem busca uma fonte de renda passiva – inscreva-se já!