Bolsa

Ibovespa opera entre perdas e ganhos com taxação de dividendos e ânimo do exterior

Mercado tem dia de ganhos no exterior com investidores atentos ao desenvolvimento das negociações entre as duas maiores economias do mundo

(Shutterstock)

SÃO PAULO – O Ibovespa opera entre perdas e ganhos nesta segunda-feira (25) depois de duas sessões de forte alta, descolando-se do desempenho das bolsas internacionais. Um fator que enfraquece a Bolsa por aqui são as renovadas notícias de que o governo do presidente Jair Bolsonaro estuda taxar dividendos.

Lá fora, os investidores vão às compras com as declarações do conselheiro de segurança nacional dos EUA, Robert O’Brien, de que um acordo comercial inicial com a China ainda é possível até o final deste ano.

Nesta manhã, Global Times, jornal do Partido Comunista chinês, disse ainda que os dois países estão “muito perto” desse acordo.

PUBLICIDADE

Às 12h17 (horário de Brasília) o Ibovespa tinha leve queda de 0,17%, a 108.500 pontos. Já o dólar comercial sobe 0,36% a R$ 4,2061 na compra e a R$ 4,2079 na venda. O dólar futuro com vencimento em dezembro registrava alta de 0,14%, a R$ 4,2065.

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2021 cai três pontos-base 4,63% e o DI para janeiro de 2023 fica estável a 5,87%.

“Esperávamos concluir (a primeira fase) do negócio até o final do ano. Ainda acho que isso é possível ”, disse O’Brien a repórteres no sábado, segundo a Reuters. “Ao mesmo tempo, não vamos fechar os olhos para o que está acontecendo em Hong Kong ou no Mar do Sul da China ou em outras áreas do mundo onde estamos preocupados com as atividades da China”, acrescentou.

No Brasil, o governo do presidente Jair Bolsonaro tenta reforçar o combate à pobreza na tentativa de redução das críticas que vem recebendo sobre a área social, considerada um gargalo, diz o Estadão. Já o ministro Paulo Guedes participa de evento nos EUA.

Entre as commodities, os preços futuros do minério de ferro fecharam com alta expressiva de 3,34%, enquanto o petróleo opera entre perdas e ganhos.

Relatório Focus

Segundo o boletim Focus do Banco Central divulgado agora pela manhã, o mercado elevou essa semana a 3,46% de 3,33% da semana passada a expectativa de fechamento do IPCA este ano, enquanto para 2020 se manteve alterado em 3,60%.

PUBLICIDADE

A mediana das expectativas do mercado aponta para um PIB este ano de 0,99%, ante 0,92% da semana passada, ao passo que para 2020 foi elevado de 2,17% para 2,20%.

Já para a taxa de câmbio este ano, a projeção subiu de R$ 4,00 para R$ 4,10 nesta semana. Para Selic, o mercado projeta agora uma taxa de 4,5% em 2020, ante 4,25% de uma semana.

Noticiário Corporativo

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) acatou liminar da Petrobras impedindo que os petroleiros entrem em greve na segunda-feira, 25. A programação era parar por quatro dias, com o argumento de que a empresa está descumprindo partes do acordo coletivo de trabalho, de cláusulas que dizem respeito à segurança do trabalho e do meio ambiente e direitos garantidos aos concursados, segundo a Federação Única dos Petroleiros (FUP).

A FUP, porém, informou que vai manter as mobilizações solidárias nacionais programadas para ocorrer entre os dias 25 e 29 de novembro. Elas serão realizadas parcialmente, sem prejuízo do abastecimento dos combustíveis.

No Pão de Açúcar, os acionistas aceitaram a oferta pela Éxito – a operação de aquisição de ações da companhia custará R$ 9,5 bilhões aos cofres da controladora, Sendas, disse o grupo em comunicado ao mercado. Já a CVC aprovou a recompra de até 7,26 milhões de ações até maio de 2021.

(Com Agência Estado, Agência Brasil, e Bloomberg)

Aproveite as oportunidades para fazer seu dinheiro render mais: abra uma conta de investimentos na XP – é de graça