Abertura

Ibovespa Futuro sobe 8% com controle do coronavírus na China e medidas globais; dólar cai

Pré-market registra fortes ganhos diante de uma leve melhora no noticiário sobre a pandemia

ações índices fundos investimentos bolsa alta gráficos
(Shutterstock)

SÃO PAULO – O Ibovespa Futuro abre em alta nesta sexta-feira (20) com as medidas promovidas por governos no mundo todo para mitigar os efeitos do coronavírus na economia e com o controle da doença na Ásia. Na China, o banco central manteve ontem as taxas de juros em 4,05%, mais uma prova de que o país conseguiu controlar a pandemia em seu território. Lá, não foram registrados novos casos de transmissão local da Covid-19 pelo segundo dia consecutivo.

Já nos Estados Unidos, as medidas para conter o vírus se aprofundam. O estado da Califórnia colocou 40 milhões de pessoas em quarentena obrigatória. A Itália atingiu 3.405 mortos e deve fazer um lockdown ainda maior para conter o avanço no número de casos.

Às 09h05 (horário de Brasília), o índice futuro do Ibovespa com vencimento em abril subia 8,47% a 71.140 pontos, enquanto o dólar futuro para abril caía 1,47%, a R$ 5,026, enquanto o dólar comercial registrava queda de 1,64%, a R$ 5,0192 na compra e R$ 5,0204 na venda.

PUBLICIDADE

Após uma semana de perdas pesadas, os investidores parecem ir às compras, um pouco mais confiantes com os estímulos do Federal Reserve e de outros bancos centrais.

Apesar do maior apetite por risco, o​​​​​peradores vão enfrentar incerteza nesta sexta quando vencem opções e futuros de índices e ações vencem ao menos tempo em Nova York.

Os preços do petróleo estendem os ganhos da véspera. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse ontem que pode intervir se Arábia Saudita e Rússia não chegarem a um acordo para acabar com a guerra de preços. Após perder mais de 60% neste ano, o barril do petróleo americano WTI ontem recuperou parte das perdas.

Atuação do BC

O Banco Central anunciou leilões para essa sexta para compra de títulos soberanos do Brasil denominados em dólar (global bonds) das instituições financeiras nacionais. A operação é com compromisso de revenda (repo).

Contudo, o BC ainda não anunciou qualquer leilão para o câmbio nesta sexta-feira, após dólar fechar ontem em leve baixa de 0,3%, encerrando ciclo de quatro altas seguidas.

A queda do dólar ocorreu pelo swap entre o BC brasileiro e o Fed, que gerou no mercado a percepção de que o BC ganhou força para intervir no mercado caso decida atuar de forma mais incisiva do que o visto ontem – quando a autoridade monetária fez leilões à vista de baixa escala, com oferta maior – de US$ 2 bi – apenas de linha. O Fed anunciou linhas de swaps em dólar com mais nove bancos centrais, incluindo o brasileiro, repetindo medida adotada na crise de 2008.  Algumas linhas envolvem montantes de até US$ 30 bilhões e outras, até US$ 60 bilhões. O Tesouro também segue com leilões de compra e venda de títulos

Coronavírus no radar

PUBLICIDADE

Nesta sexta, o Senado Federal pretende votar decreto de calamidade pública encaminhado pelo governo federal nesta sexta-feira, segundo a agência Senado Notícias. O texto foi aprovado na Câmara na quarta-feira e autoriza o Executivo a gastar mais para enfrentar a pandemia do coronavírus sem que caracterize desobediência às metas fiscais. A votação está prevista para acontecer em sessão remota a partir das 11h.

Além disso, o Ministério da Economia vai reduzir estimativa de PIB de 2020 pela segunda vez neste mês pelos impactos da pandemia do coronavírus. De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, a previsão deve ser reduzida para zero.

Noticiário corporativo

Os impactos do coronavírus nas operações das empresas seguem sendo sentidos fortemente.

A Lojas Renner anunciou que fechará, por tempo indeterminado, todas as lojas físicas da Renner (Brasil, Uruguai e Argentina), Camicado, Youcom e Ashua, sejam em shoppings ou lojas de rua, a partir desta sexta-feira. A decisão, segundo a empresa ocorre após os desdobramentos recentes relacionados à covid-19. A Gol reduziu a jornada e salário de funcionários em pelo menos 35%, a Randon paralisou atividades em 7 unidades de negócios e a Petrobras afirmou que pode manter a produção com efetivo reduzido.

Ainda em destaque, a AES Tietê disse que continua a avaliar proposta da Eneva; na Enauta, o presidente está de licença e o CFO acumula o cargo interinamente. Já na Cemig, Leonardo Magalhães é nomeado para diretor de finanças e RI.

A Eztec aprovou a recompra de até 9,6 milhões de ações ordinárias. Cyrela, Tenda, C&A, Cemig, Copasa, EzTec e Marisa divulgaram seus números referentes ao quarto trimestre de 2019.

Aproveite as oportunidades para fazer seu dinheiro render mais: abra uma conta na Clear com taxa ZERO para corretagem de ações!