Abertura

Ibovespa Futuro cai com cautela antes de Copom e Fomc e em meio a nervosismo com guerra comercial

Pré-market da Bolsa mostra leve baixa diante da falta de progresso no acordo comercial entre EUA e China

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O Ibovespa Futuro abre em queda nesta terça-feira (10) com cautela antes das decisões de juros do Comitê de Política Monetária (Copom) por aqui e do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) nos Estados Unidos na quarta.

Os investidores também mostram ansiedade à espera de novidades em relação à guerra comercial. Neste domingo (15) passa a valer o aumento de 10% para 15% nas tarifas americanas sobre US$ 165 bilhões em produtos chineses. Depois desta data a visão de analistas é de que será muito difícil a assinatura de um acordo comercial entre EUA e China.

Às 9h13 (horário de Brasília) o contrato futuro do Ibovespa para dezembro tem leve queda de 0,19%, a 110.915 pontos. Já o dólar futuro com vencimento em janeiro de 2020 registrava perdas de 0,19%, a R$ 4,1385.

Aprenda a investir na bolsa

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2021 fica estável a 4,63% e o DI para janeiro de 2023 recua dois pontos a 5,72%.

Na América Latina, destaque para a posse do presidente argentino, Alberto Fernández, que terá a presença do vice-presidente brasileiro Hamilton Mourão. Anteriormente o presidente Jair Bolsonaro havia dito que não enviaria ninguém do primeiro escalão do governo para prestigiar a posse do argentino, que é do partido de esquerda Justicialista (peronista).

Já na China, a inflação ao consumidor atingiu em novembro o nível mais alto em quase oito anos, subindo 4,5% contra o mesmo período do ano anterior e igualando o ritmo registrado em janeiro de 2012. O resultado foi acima da mediana das previsões dos economistas, que era de 4,4%.

Também em destaque, a Polícia Federal cumpre nesta terça-feira (10) a 69ª fase da Operação Lava Jato, denominada Mapa da Mina. Foram 200 policiais federais, com o apoio de 15 auditores fiscais da Receita Federal, que cumpriram 47 mandados de busca e apreensão nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e no Distrito Federal. Os mandados foram expedidos pela 13ª Vara Federal em Curitiba/PR.

Noticiário corporativo

A Petrobras finalizou a venda da sua participação em 34 poços petrolíferos no litoral do Estado do Rio Grande do Norte, na chamada Bacia Potiguar, para a empresa Potiguar E&P S.A., subsidiária da Petrorecôncavo S.A.

Segundo a Petrobras, a operação de venda foi concluída com o pagamento de US$ 266 milhões (R$ 1,096 bilhão) pela Potiguar E&P. A Petrobras já havia recebido US$ 28,8 milhões em abril deste ano, quando as duas empresas assinaram o contrato. Informações das empresas revelam que os campos produzem em média 5,8 mil barris diários na Bacia Potiguar.

PUBLICIDADE

Já a Multiplan ampliou a fatia no Ribeirão Shopping por R$ 28,7 milhões.

Quer investir melhor o seu dinheiro? Clique aqui e abra a sua conta na XP Investimentos