Fechamento

Ibovespa fecha na máxima, acima dos 107 mil pontos, puxado por Petrobras

Ações da estatal dispararam quase 4% refletindo o avanço nos preços do petróleo no exterior

Fonte: reprodução
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O Ibovespa fechou em alta nesta quinta-feira (21), indo na contramão do exterior e também da tendência que foi desenhada com o desempenho negativo dos ADRs (na prática, as ações negociadas nos EUA de empresas brasileiras), ontem, durante o feriado da Consciência Negra, que manteve a B3 fechada em São Paulo.

Hoje, as ações brasileiras ganharam um impulso do movimento técnico, visto que o índice ganha força compradora quando atinge o suporte dos 105.900 pontos. Também foram vistas como muito positivas as mensagens do JP Morgan e do Morgan Stanley ao reiterarem recomendação overweight (desempenho acima da média do mercado) para os ativos brasileiros.

O UBS, por sua vez, elevou a recomendação das ações de empresas do Brasil para forte overweight com apostas de uma aceleração no crescimento econômico e retomada no consumo.

Aprenda a investir na bolsa

Em relação à Petrobras, a alta de 2,5% no petróleo, com expectativas de que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) prorrogue os cortes na produção até meados de 2020, foi o que intensificou os ganhos. A petroleira viu seus papéis se valorizarem em quase 4%.

Com tudo isso, o Ibovespa fechou em alta de 1,54%, encerrando o dia na máxima, a 107.496 pontos, com volume financeiro negociado de R$ 19,496 bilhões.

Maiores altas

AtivoVariação %Valor (R$)
GGBR47.5163416.45
USIM56.675398.15
GOAU46.460677.58
CVCB35.7692341.25
RENT35.6070243.32

Maiores baixas

AtivoVariação %Valor (R$)
MRFG3-4.6058510.77
JBSS3-3.8113225.49
BRKM5-1.9957227.5
WEGE3-1.0958928.88
VIVT4-1.039855.2

 

Já o dólar comercial registrou leve baixa de 0,26%, para R$ 4,192 na compra e R$ 4,1927 na venda. O dólar futuro com vencimento em dezembro ficou estável, a R$ 4,197.

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2021 sobe seis pontos-base, para 4,70%, e o DI para janeiro de 2023 avança oito pontos-base, a 5,88%.

Novamente, o driver dos mercados internacionais foi a negociação entre Estados Unidos e China para um acordo comercial.

PUBLICIDADE

A principal autoridade comercial da China convidou os negociadores americanos para participarem de uma nova rodada de negociações presenciais, informou o Wall Street Journal na quinta-feira, citando pessoas familiarizadas com o assunto.

Vice-primeiro-ministro chinês Liu He teria convidado o representante de comércio dos EUA Robert Lighthizer e o secretário do Tesouro Steven Mnuchin a sentar-se para mais conversas durante uma ligação no final da semana passada.

Mais cedo, Liu He disse estar “cautelosamente otimista”, mas “confuso” com as demandas americanas, que envolvem a reforma das empresas estatais chinesas, a abertura do mercado financeiro e a proteção dos direitos de propriedade intelectual das companhias dos EUA.

Em contrapartida, a China quer que os EUA revertam as tarifas que foram impostas desde 2018 sobre bilhões de dólares em importações de produtos chineses. Essa é a parte do trato que mais levanta resistência do presidente Donald Trump.

Para colocar mais lenha na fogueira da guerra comercial, o Congresso americano aprovou dois projetos de lei destinados a apoiar manifestantes em Hong Kong – levando Pequim a acusar os EUA de interferir nos assuntos internos.

Segundo a CNBC, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Geng Shuang, disse que Pequim “condena e se opõe firmemente” ao primeiro projeto de lei, conhecido como Lei de Direitos Humanos e Democracia de Hong Kong.

Noticiário Corporativo

No corporativo, o Valor trouxe que, em cinco anos, a Petrobras (PETR3PETR4) poderá reduzir em R$ 24,1 bilhões sua dívida trabalhista caso a MP 905, considerada a nova reforma trabalhista seja aprovada. Na última terça-feira, a companhia assinou a venda da Liquigás por R$ 3,7 bilhões.

Também em destaque, a Vale (VALE3) resgatou US$ 908 milhões em bônus com vencimento em 2022; já a Samarco pode reiniciar a sua produção de minério em setembro de 2020. A Multiplan exerceu preferência por fatia de 12% no ParkShopping.

PUBLICIDADE

Por fim, os investidores ainda vão acompanhar os desdobramentos da notícia de que um ex-presidente da Braskem (BRKM5) foi preso nesta quarta-feira em Nova York por acusações federais de corrupção, de acordo com uma autoridade norte-americana, informou a agência de notícias Reuters.

José Carlos Grubisich foi acusado de conspiração por violar uma lei de corrupção estrangeira dos EUA e por conspiração para lavagem de dinheiro.

(Com Agência Estado, Agência Brasil, Agência Câmara, Agência Senado e Bloomberg)

Quer investir melhor o seu dinheiro? Clique aqui e abra a sua conta na XP Investimentos