Bolsa

Ibovespa cai puxado por Petrobras após vazamento do plano de investimentos; dólar recua

Índice virou para queda no final por conta da petroleira e se descolou novamente das bolsas mundiais em um dia de alívio na Grécia

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O Ibovespa zerou ganhos no fim do pregão e fechou em leve queda nesta terça-feira (23) puxado pela queda das ações da Petrobras. O plano de investimentos da companhia foi vazado para a Agência Estado e frustrou os analistas. Lá fora, as bolsas internacionais tiveram um dia de alívio por conta das apostas de que a Grécia está próxima de um acordo com os seus credores internacionais. As bolsas norte-americanas operam em alta e as europeias fecharam com desempenho positivo. Por aqui ficaram no radar as falas do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, que negou ter conversado com senadores sobre meta fiscal. 

O benchmark da Bolsa brasileira fechou em queda de 0,17%, a 53.772 pontos. O volume financeiro negociado na BM&FBovespa foi de R$ 5,199 bilhões. Enquanto isso, o dólar comercial caiu 0,12%, a R$ 3,0767 na compra e a R$ 3,0779 na venda. 

O economista da Elite Corretora, Hersz Ferman disse que os movimentos do Ibovespa são amenizados e o índice continua em tendência lateral no médio prazo porque o volume está abaixo da média, mostrando que os investidores estão com dificuldade de encontrar oportunidades, diante do cenário macroeconômico. “Para a Bolsa subir consistentemente é preciso que as empresas lucrem, mas o nosso cenário macro deixa isso difícil, com desemprego alto, juros altos, atividade em queda”, disse.

Aprenda a investir na bolsa

Ações em destaque
Do lado negativo quem puxou o Ibovespa foram as ações da Petrobras (PETR3, R$ 14,35, -1,37%PETR4, R$ 12,97, -1,74%). O Capex (Plano de Investimentos) da companhia vazou e mostrou que em vez dos US$ 220,4 bilhões previstos inicialmente no prazo de cinco anos, como definido no plano de negócios para o período de 2014 a 2018, o investimento ficará na casa dos US$ 165 bilhões. A notícia foi publicada pelo Broadcast, o serviço de notícias em tempo real da Agência Estado. 

Conforme destaca o estrategista-chefe da XP Investimentos, Celson Plácido, este valor representa pelo menos US$ 10 bilhões a mais do que o mercado estava esperando para o capex da companhia, o que sinaliza que a interferência política continua na estatal, afirma, o que não é uma boa sinalização para o mercado. Vale destacar que o plano de negócios da empresa é um dos principais catalisadores de curto prazo; diversos analistas destacaram ainda a necessidade de redução da alavancagem da companhia, que é fundamental, mas desafiadora.

Também caíram as empresas educacionais, em meio a incertezas quanto à anunciada segunda fase do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil). O ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, anunciou o programa e disse que ele será mais voltado à formação de professores e profissionais das áreas da saúde e engenharia. Contudo, a falta de mais indicações claras traz pessimismo para ativos como Kroton (KROT3, R$ 12,35, -0,80%) e Estácio (ESTC3, R$ 19,29, -3,02%). 

Também entre as quedas esteve o setor elétrico depois que a coluna Radar, da revista Veja, mostrou que o Brasil registrou no domingo o menor consumo de energia desde 2012. Foram consumidos 46.963,75 megawatts médios (MWhmed), menor marca desde 1º de janeiro de 2012, quando o consumo foi de apenas 43.679,00 MWhmed. Caíram Eletrobras (ELET3, R$ 6,36, -2,45%ELET6, R$ 9,11, -1,41%), Cemig (CMIG4, R$ 13,10, -3,68%), CPFL (CPFE3, R$ 19,43, -0,66%) e Cesp (CESP6, R$ 20,75, -0,81%). 

As maiores baixas, dentre as ações que compõem o Índice Bovespa, foram:

 Cód.AtivoCot R$% Dia% Ano
 CMIG4CEMIG PN13,10-3,68+2,88
 JBSS3JBS ON16,04-3,66+44,77
 ESTC3ESTACIO PARTON19,29-3,02-17,58
 CCRO3CCR SA ON14,67-2,85-4,48
 ELET3ELETROBRAS ON6,36-2,45+9,66

 

PUBLICIDADE

As ações da Marfrig (MRFG3, R$ 5,70, +7,55%) voltaram a subir hoje, depois de disparada de quase 10% na véspera em meio à notícia sobre a venda da Moy Park para a JBS (JBSS3, R$ 16,04, -3,66%). Analistas ressaltaram ontem que a venda é positiva para a Marfrig, já que ajuda a diminuir sua alavancagem, e neutra para a JBS. Na ocasião, o Bank of America Merrill Lynch elevou a recomendação da Marfrig de underperform (desempenho abaixo da média) para compra, com novo preço-alvo de R$ 7,00 por ação. Mesmo com a alta de hoje, “vemos que o rali deve continuar já que o desinvestimento planejado deve permitir que a empresa reduza o custo da sua dívida”, comentaram os analistas Fernando Ferreira, Isabella Simonato e João Almeida, do BofA. 

As maiores altas, dentre os papéis que compõem o Índice Bovespa, foram:

 Cód.AtivoCot R$% Dia% Ano
 MRFG3MARFRIG ON5,70+7,55-6,56
 BRKM5BRASKEM PNA12,85+3,21-22,69
 FIBR3FIBRIA ON42,94+2,17+32,92
 KLBN11KLABIN S/AUNT N218,94+2,16+30,65
 CYRE3CYRELA REALTON10,02+2,04-6,28

Também entre as altas estiveram os bancos, que operam nas máximas de junho, subindo desde o dia 15 quando houve o vencimento de opções. Muitos investidores estavam com opções de venda em instituições financeiras, de modo que quando eles zeraram as posições, as ações ficaram “destravadas” e passaram a subir. Têm alta Itaú Unibanco (ITUB4, R$ 34,83, +0,99%), Bradesco (BBDC3, R$ 27,45, -0,24%BBDC4, R$ 28,64, +1,17%). Banco do Brasil (BBAS3, R$ 23,42, -0,59%) virou para queda perto do fim do pregão, reduzindo o ímpeto altista.

Depois do derretimento na sexta-feira com a Operação Lava Jato, as ações da Braskem (BRKM5, R$ 12,85, +3,21%) voltaram a subir hoje na Bolsa, seguindo o desempenho da véspera. No radar, a companhia reage positivamente à notícia de que o governo enviou ao Congresso a Medida Provisória 677 que prorroga o contrato da Chesf com indústrias eletrointensivas no Nordeste até 2037.

O contrato atual foi firmado há mais de três décadas e termina no dia 30 de junho, abrangendo um conjunto de 13 unidades industriais, que compram energia a cerca de R$ 110 megawatt-hora. As maiores empresas diretamente interessadas são Vale (VALE3, R$ 19,81, +0,61%;VALE5, R$ 17,06, +0,89%), Braskem, Gerdau (GGBR4, R$ 7,90, -1,25%), Mineração Caraíba, Dow, Paranapanema e Ferbasa. 

As ações mais negociadas, dentre as que compõem o índice Bovespa, foram :

 CódigoAtivoCot R$Var %Vol1
 PETR4PETROBRAS PN12,97-1,74609,31M
 PETR3PETROBRAS ON14,35-1,37361,05M
 ITUB4ITAUUNIBANCO PN34,83+0,99347,37M
 VALE5VALE PNA17,06+0,89231,48M
 ITSA4ITAUSA PN8,970,00165,07M
 BBDC4BRADESCO PN ED28,64+1,17164,49M
 BBSE3BBSEGURIDADE ON34,50+0,94128,02M
 ABEV3AMBEV S/A ON18,98+0,05122,89M
 BRFS3BRF SA ON68,46-0,23122,62M
 CCRO3CCR SA ON14,67-2,85122,03M

* – Lote de mil ações 
1 – Em reais (K – Mil | M – Milhão | B – Bilhão) 

 

Levy desmente mudança
O ministro da Fazenda disse que alterar a meta de superávit fiscal é a mesma coisa que “tirar o sofá da sala”. Segundo ele, qualquer movimento em relação à meta é precipitado. Pela manhã, diversos veículos de imprensa noticiaram que o ministro estaria tendo conversas com parlamentares e membros do governo sobre uma possível redução do objetivo de superávit primário do governo este ano dos atuais 1,1% do PIB (Produto Interno Bruto) para 0,6%. Ele ainda disse que está estudando a abertura do IRB, que é uma resseguradora na qual Banco do Brasil, Itaú Unibanco e Bradesco possuem participação.  

PUBLICIDADE

Grécia anima
As bolsas mundiais fecharam em alta nesta terça com expectativas de que a Grécia chegue a um acordo com os seus credores internacionais apesar da cautela demonstrada pela Alemanha. O efeito colateral disso é que o euro recuou com o temor de que uma resolução da crise grega abra caminho para que o Federal Reserve eleve os juros dos Estados Unidos antes do esperado. 

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, reiterou nesta segunda-feira que seu governo está buscando um acordo com os credores que resolveria as necessidades de financiamento do país, dizendo que a bola está agora no campo dos credores europeus. “Estamos buscando uma solução abrangente e viável, que será seguida por um pacote de crescimento forte e que ao mesmo tempo torne a economia grega viável”, disse ele a repórteres.

O principal negociador grego nas conversas com credores internacionais afirmou nesta terça-feira que os dois lados estão mais perto de um acordo e espera que qualquer pacto inclua “pelo menos uma solução parcial” ao problema do grande peso da dívida do país. “Neste momento, existe uma discussão entre as equipes técnicas… é óbvio que eles vão levantar objeções a alguns pontos, mas nós estamos avançando nesses elementos, nós estamos mais perto do que nunca”, disse em Bruxelas o negociador Euclid Tsakalotos à rede estatal ERT.

No fim de semana a Grécia apresentou uma proposta de acordo que incluía mudanças sobre a incidência de tributos sobre alimentos e setor hoteleiro para aumentar as receitas fiscais e abolição de aposentadorias antecipadas, gerando uma economia de 200 milhões de euros. Também está previsto uma redução nas pensões complementares mais altas.

Ásia
Os mercados acionários asiáticos fecharam em alta nesta terça-feira depois que as últimas propostas orçamentárias da Grécia aumentaram as esperanças de que o país conseguirá afastar o default da dívida e alcançar um acordo com credores nesta semana.

“O fato de que parece que algo vai acontecer para a Grécia está realmente melhorando o humor do mercado”, disse a economista de mercados sênior do Sumitomo Mitsui Trust Bank Ayako Sera. “Mas estes movimentos para cima não estão baseados em fundamentos”, ponderou.

(Com Reuters) 

PUBLICIDADE