Conteúdo editorial apoiado por
IM Trader

Ibovespa cai 0,26% em movimento de realização e encerra sequência de quatro pregões de alta; Dólar sobe 0,96%

Dia teve agenda esvaziada, com exceção da ata do Fomc, e mercado já começa a ver volume minguando por conta do feriado nos Estados Unidos

Vitor Azevedo

Publicidade

O Ibovespa fechou em leve queda de 0,26% nesta terça-feira (21), aos 125.626 pontos, e encerrou uma sequência de quatro pregões de alta. Tanto aqui quanto nos Estados Unidos, o dia, marcado por uma agenda econômica vazia, foi usado por investidores para um leve movimento de realização de lucros.

Em Nova York, Dow Jones, S&P 500 e Nasdaq recuaram, respectivamente, 0,18%, 0,20% e 0,59%.

“O Ibovespa realizou ligeiramente, após quatro pregões consecutivos de alta, período no qual saiu de 120 mil para 126 mil pontos, com investidores aproveitando a agenda vazia”, fala Alexsandro Nishimura, economista e sócio da Nomos.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Nos Estados Unidos, o movimento do mercado está mais fraco do que o normal – visto que, a partir de quinta, as bolsas por lá estarão fechadas por conta do feriado de Ação de Graças. O pregão só não foi mais monótono por conta da divulgação da ata da última reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês).

” A divulgação da ata do Fed também não mexeu significativamente nos preços, mesmo com um viés mais hawkish devido ao trecho que deixou em aberto a possibilidade de nova alta dos juros, caso a inflação ainda não atinja a meta de 2%”, fala Nishimura.

“O documento foi divulgado demonstrando ainda uma preocupação do comitê de política monetária do Banco Central dos Estados Unidos com a inflação, que permanece elevada e distante da meta de 2%, apesar dos sinais de arrefecimento. Apesar do otimismo observado nos mercados nos últimos dias, novos apertos monetários não foram descartados, as decisões continuarão sendo pautadas de acordo com a evolução dos indicadores nos intervalos”, acrescenta Diego Costa, head de câmbio para Norte e Nordeste da B&T Câmbio, sobre o mesmo assunto.

Apesar da sinalização mais dura, os treasuries yields tiveram um novo dia de queda. O para dez anos, por exemplo, perdeu 1,6 ponto-base, indo a 4,406%, e o para dois anos, 2,8 pontos, a 4,883%.

No Brasil, a curva de juros fechou em alta. As taxas dos DIs para 2025 subiram 9,5 pontos-base, a 10,57%, e as dos DIs para 2027, 12,5 pontos, a 10,45%. Os contratos para 2029 foram a 10,84%, com mais dez pontos, e os para 2031, a 11,04%, com mais nove pontos.

Costa, nesta frente, menciona que o mercado brasileiro continua monitorando as questões fiscais, “especialmente após a Comissão de Assuntos Econômicos no Senado pedir vista e adiar para amanhã a votação do PL que taxa os fundos exclusivos e offshores”. O Governo Federal precisa garantir receitas para cumprir sua mete de déficit zero no próximo ano.

“Além disso, investidores repercutem a reunião entre o presidente Lula, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, o ministro da Casa Civil, Rui Costa, o ministro das Minas e Energia, Alexandre Silveira, e o presidente da Petrobras, Jean Paul Prates. O governo tem demonstrado insatisfação com o ritmo de queda dos preços dos combustíveis e pode exercer pressão nesse sentido”, acrescenta.

Já segundo o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, e o CEO da Petrobras, Jean Paul Prates, o plano estratégico, e não preços de combustíveis, foi o tema da reunião com Lula nesta terça. 

A reunião ocorreu em meio a especulações sobre uma eventual troca de comando da companhia, após notícias recentes de que Rui Costa e Alexandre Silveira (que também participaram da reunião) estariam pressionando pela substituição de Prates.

Com a alta dos juros, entre as maiores quedas do Ibovespa ficaram ações de empresas ligadas ao mercado interno. Os papéis ordinários do Magazine Luiza (MGLU3), com menos 6,8%, os da MRV (MRVE3), com menos 5,74%, e os da EzTec (EZTC3), com menos 5,06%.

Miguel Rodrigues, especialista em mercado de capitais e sócio da Matriz Capital, chama a atenção para a proposta de aumento do ICMS feita por seis grandes estados – com poder para impactar, principalmente, o setor elétrico, bancário e o de consumo.

“As ações de Petrobras também têm dia de performance negativa devido a rumores da possível saída de Jean Paul Prates do comando da estatal. Tal especulação traz um viés muito pessimista para o mercado, uma vez que hoje não há nenhum nome em discussão para assumir o comando da estatal, além de que o atual presidente tem conseguido realizar uma boa administração da empresa diante das pressões sofridas pelo governo”, fala. Os papéis ordinários e preferenciais da estatal perderam, respectivamente, 0,93% e 0,65%.

O dólar, por fim, subiu 0,96% frente ao real, a R$ 4,898 na compra e na venda. Os picos da moeda à tarde vieram com nova rodada de estresse no mercado de renda fixa americana. Leilão títulos públicos atrelados à inflação (Tips) de 10 anos com demanda abaixo da média levou a uma escalada momentânea das taxas dos Treasuries longos, o que abalou as bolsas em Nova York e as divisas emergentes.

(com Estadão Conteúdo)