Análise técnica

Ibovespa: “a perda dos 53.510 pontos seria um balde de água fria para os comprados”

Para o investidor profissional Wagner Caetano, diretor da Top Traders e do Terminal Cartezyan, o pregão de amanhã poderá ser decisivo para a continuidade da alta do índice

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O Ibovespa teve um pregão bem positivo nesta terça-feira (2) e voltou para a casa dos 54.000 pontos, estendendo os ganhos de segunda-feira. Puxado pelos papéis da Vale, Petrobras e bancos, o índice subiu 2,27% hoje, a 54.236 pontos, fechando na máxima do dia. Para o investidor profissional Wagner Caetano, diretor da Top Traders e do Terminal Cartezyan, o pregão de amanhã poderá ser decisivo para a continuidade da alta. 

Segundo ele, se as compras persistirem no pregão de amanhã, tudo dependerá se o índice conseguirá romper a média móvel exponencial (MME) dos últimos 21 períodos, que funcionará como o próximo alvo da Bolsa. Atualmente, a MME está em 54.727 pontos. “Esse é o divisor de água do curto prazo e se rompida abrirá caminho para novas altas do Ibovespa”, comentou. No entanto, se o mercado recuar após tocá-la, o repique termina e os vendedores voltam ao comando, salienta. 

Para Caetano, a perda dos 53.510 pontos seria um balde de água fria para os comprados, confirmando a baixa para o curto prazo. 

Aprenda a investir na bolsa