Guru chinês vê bolsa de Hong Kong sobrevalorizada e prevê ajuste em breve

"Se você me perguntar se o mercado acionário continuará subindo, direi que isto é impossível", afirma Li Ka-shing

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Atento ao movimento do mercado asiático, Li Ka-shing, bilionário chinês que alertou sobre a bolha especulativa na China, pede cautela para os investidores quanto à compra de ações na bolsa de Hong Kong, tendo em vista o salto do índice nos últimos tempos.

Em março, o megainvestidor recomendou os investidores comprarem ativos imobiliários e ações. Desde então, o índice Hang Seng, da bolsa de Hong Kong, subiu 22%. “Se você me perguntar se o mercado acionário continuará subindo, direi que isto é impossível”, afirma Ka-shing.

“A recuperação do mercado usualmente vem antes da economia, mas não todas as vezes”, afirmou o bilionário quanto à possibilidade de um ajuste. Nesta semana, o índice recuou 3,4%, em virtude dos temores sobre uma possível sobrevalorização dos ativos.

Antevendo a bolha

Aprenda a investir na bolsa

Em 17 de maio de 2007, Li Ka-shing afirmou que o mercado chinês estava exageradamente valorizado e que isso só poderia ser uma bolha especulativa, de modo que os preços deveriam recuar.

O índice Shanghai subiu 30% durante aquele ano, seguindo a tendência dos mercados emergentes, ao passo que ajustou com um recuo de 65% em 2008, parte resultado da crise econômica.