Reflexos da invasão

Guerra na Ucrânia supera marca de 4 milhões de refugiados; Polônia segue como principal destino

Número já representa quase 10% de toda a população do país; 2,3 milhões cruzaram a fronteira com a Polônia

Por  ANSA Brasil

A guerra na Ucrânia superou nesta quarta-feira (30) a marca de 4 milhões de refugiados, segundo dados das Nações Unidas. O número já representa quase 10% de toda a população do país, que era de
44 milhões de pessoas até a invasão da Rússia.

O portal da agência da ONU para refugiados (Acnur) dedicado à crise ucraniana mostra que a cifra de deslocados internacionais devido à invasão russa era de pelo menos 4.019.287 por volta de 7h20 (horário de Brasília).

Destes, mais da metade (2,3 milhões) cruzou a fronteira com a Polônia. Outros importantes países de destino são Romênia (609 mil), Moldávia (387 mil), Hungria (365 mil) e Eslováquia (281 mil), além da própria Rússia (351 mil).

A soma de todos os países é maior que o de refugiados porque leva em conta pessoas que atravessaram a fronteira entre Romênia e Moldávia, após elas deixarem a Ucrânia, segundo o Acnur.

Para efeito de comparação, o número de refugiados ucranianos em todo o mundo até junho de 2021 era de 53,5 mil.

 

Compartilhe