Posição do ministro

Guedes diz que Brasil é contra sanções econômicas e se opõe a expulsão da Rússia do FMI

O ministro justificou que a Constituição brasileira não permite que o país apoie sanções que não tenham sido decididas pela ONU

Por  Reuters -

BRASÍLIA (Reuters) – O Brasil é contra a guerra entre Rússia e Ucrânia e é contrário às sanções econômicas geradas pelo conflito, disse nesta terça-feira o ministro da Economia, Paulo Guedes, ressaltando que o país também se opõe a uma expulsão dos russos do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Em evento do Center for Strategic and International Studies (CSIS) durante viagem aos Estados Unidos, Guedes disse que o Brasil é a favor da construção de pontes de diálogo para convencer a Rússia a encerrar o conflito, acabando também com as sanções econômicas.

O ministro justificou que a Constituição brasileira não permite que o país apoie sanções que não tenham sido decididas pela Organização das Nações Unidas (ONU).

De acordo com Guedes, as regras do FMI não permitem a expulsão da Rússia. Para ele, uma iniciativa desse tipo estimularia uma guerra econômica ainda maior.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe