After Market

Grupo americano eleva fatia na Vale; grupamento de “mico” e mais 6 notícias agitam a noite

Confira os destaques desta noite e que podem mexer no pregão da próxima sexta-feira

Mineração da Vale
Mineração da Vale
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O noticiário corporativo seguiu movimentado na noite desta quinta-feira. Entre os destaques, grupo com sede nos EUA eleva participação em Vale, Tesouro diz que não conta com dividendos da Petrobras para melhorar receita e mais um grupamento de ações na Bolsa. Confira o que chamou atenção na noite desta quinta-feira e que podem mexer no pregão de amanhã:

Petrobras (PETR3; PETR4)
O governo não conta com o recebimento de dividendos da Petrobras este ano, disse nesta quinta-feira o secretário do Tesouro Nacional, Marcelo Saintive, em mais um dado que reforça dúvidas sobre o desempenho das contas públicas em 2015. “Não posso exigir que empresa pague dividendos se ela está buscando recuperar sua atividade”, comentou.

Saintive comentou que a companhia vem se recuperando, mas que ainda assim não cabe falar em antecipação para 2015 de dividendos do exercício deste ano. Em 2014, a estatal registrou prejuízo de 21,6 bilhões de reais após contabilizar perdas de 6,2 bilhões de reais por corrupção e reduzir em mais de 44 bilhões de reais o valor de seus ativos.

Aprenda a investir na bolsa

Vale (VALE3; VALE5)
A Capital Group International (CGI) comprou ações preferenciais da Vale e atingiu posição de 101.979.060 papéis, equivalente a 5,03% do total desta espécie de ação, segundo comunicado da mineradora desta quinta-feira. A CGI é uma holding de sociedades administradoras de investimento no exterior com sede nos Estados Unidos, pertencente ao grupo da Capital Research and Management Company (CRMC).

Além disso, o conselho de administração da mineradora nomeou hoje o engenheiro Alberto Ribeiro Guth como membro efetivo do conselho. 

Abril Educação (ABRE11)
Segundo coluna Radar, da Veja, a Abril Educação, controlada pela Tarpon desde fevereiro, mudará de nome e passará a se chamar Somos Educação. 

Tegma (TGMA4)
A Tegma comunicou nesta noite a renúncia de Fábio Murilo Costa D’Ávila Carvalho dos cargos de diretor-presidente e diretor de relações com investidores da empresa. As cadeiras serão ocupadas por Gennaro Oddone. 

Minupar (MNPR3
Mais uma small cap anunciou que vai agrupar suas ações. Em comunicado divulgado hoje, a Minupar informou que vai realizar grupamento de 50 para 1 ação. Usando como referência o fechamento desta quinta-feira, as ações da companhia, pós-grupamento, passariam de R$ 0,08 para R$ 4,00.

Veja mais em: Minupar anuncia grupamento de 50 para 1 ação: mais uma cilada? 

PUBLICIDADE

O objetivo da operação, conforme informa a empresa, é reduzir custos administrativos e operacionais para a companhia e seus acionistas, além de dar mais visibilidade às cotações das ações.

PetroRio (PRIO3)
A PetroRio, antiga HRT Petróleo, passará a ser negociada na BM&FBovespa a partir da próxima sexta-feira sob o ticker PRIO3, antes HRTP3.

A PetroRio nasceu com uma nova cultura corporativa focada no aumento de produção por meio da aquisição de ativos de produção, reexploração, incremento da eficiência operacional e redução dos custos de produção e das despesas corporativos, assim como mitigação do risco exploratório, informou a companhia, em comunicado enviado ao mercado. 

Localiza (RENT3)
A Localiza informou que seu conselho de administração aprovou, em reunião realizada hoje, o pagamento de juros sobre capital próprio no valor de R$ 25,7 milhões, que ocorrerá dia 20 de agosto. As ações serão negociadas “ex-proventos” a partir do dia 1° de julho. O valor por ação estimado dos juros sobre capital próprio é equivalente a R$ 0,123396 por ação.  

Paraná Banco (PRBC4)
O Paraná Banco aprovou, em reunião do conselho realizada hoje, a distribuição de R$ 0,10 por ação em juros sobre capital próprio, em 11 de agosto, totalizando R$ 8,47 milhões em proventos. A partir de amanhã, as ações serão negociadas “ex-juros sobre capital próprio”.