Grendene (GRND3) anuncia distribuição bilionária de dividendos represados, mas ação cai com resultado fraco

Proventos estavam represados desde 2016 e representam um dividend yield total de 24%; balanço do 4º tri, por outro lado, foi considerado ruim

Equipe InfoMoney

Publicidade

A Grendene (GRND3), junto a seus resultados do quarto trimestre de 2022 (4T22), também fez alguns anúncios sobre a distribuição de dividendos e juros sobre o capital próprio na noite da última quinta-feira (2).

A dona das marcas Ipanema, Melissa e Rider anunciou a distribuição de proventos no valor bruto de R$ 568 milhões, relativos ao exercício de 2022. Desse total, R$ 237,5 milhões serão distribuídos como juros sobre capital próprio e os R$ 330,5 milhões restantes serão pagos como dividendos.

O conselho também aprovou a distribuição adicional de R$ 1 bilhão em dividendos, relativos ao período entre abril de 2016 e dezembro de 2022. O Bradesco BBI apontou esperar uma reação positiva ao anúncio de proventos. Contudo, o resultado fraco (ainda que acima do esperado pela casa) ofuscou o anúncio de dividendos. Os papéis fecharam em baixa de 2,29%, a R$ 6,82.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

O valor bilionário dos dividendos é referente à decisão do Tribunal Federal da 5ª Região que reconheceu, em 19 de dezembro do ano passado, o direito de a empresa não incluir valores correspondentes a benefícios fiscais concedidos pelo estado do Ceará na base de cálculo do IRPJ e da CSLL. Com essa decisão, a empresa recebeu a permissão para distribuir valores que até então estavam reservados.

Assim, desconsiderando valores que foram antecipados, a Grendene deve pagar R$ 1,1 bilhão em proventos aos seus acionistas, equivalente ao valor bruto por papel de R$ 1,2357. Os pagamentos serão feitos em 17 de maio, com base na composição acionária do dia 02 de maio.

Leia também: O ‘cheirinho’ de Melissa na estratégia da Grendene (GRND3)

Continua depois da publicidade

Desta forma, o pagamento totaliza um dividend yield (valor do dividendo em relação ao preço da ação) de 24%, com base no preço de fechamento de ontem.

Resultados fracos, mas dividendos devem compensar

Com relação aos números da companhia no quarto trimestre de 2022, o lucro líquido foi de R$ 202,6 milhões, queda de 12,1% em relação a igual período do exercício anterior, quando a companhia de calçados lucrou R$ 230,6 milhões.

No trimestre encerrado em dezembro de 2022, a Grendene obteve R$ 763,7 milhões em receita líquida, ante R$ 789,8 milhões do exercício anterior, uma queda de 3,3%. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, em inglês) foi 23,5% menor, alcançando R$ 149,2 milhões.

Os volumes no Brasil caíram 13,1% na base anual, para 34,2 milhões de pares vendidos, 15% abaixo da estimativa do Bradesco BBI. A empresa mencionou que o cenário macro e político geral trouxe incertezas para os clientes, que decidiram reduzir as compras. A título de comparação, a Grendene apresentou desempenho inferior ao da Alpargatas (ALPA4)
que teve queda de 8,4% no ano, para 62 milhões de pares no 4T22, conforme relatado em 9 de fevereiro.

Os volumes nos mercados internacionais caíram 20,7%, para 9,4 milhões de pares vendidos, abaixo da estimativa do BBI de 11,3%. Em termos de exportação, a empresa diz que o cenário para o consumidor latino-americano continua tão desafiador quanto no Brasil.

Na visão do BBI, no geral, os resultados da Grendene no 4T22 foram fracos, considerando ainda a base de comparação relativamente fraca com 4T21 em termos de receitas e margens.

“No entanto, nossas estimativas eram ainda mais pessimistas do que os resultados reais, especialmente COGS [custo dos produtos vendidos]. Daqui para frente, nossa principal preocupação é com a recuperação dos volumes tanto no mercado doméstico quanto mercados internacionais, pois vemos indicações/certezas limitadas da administração de que os volumes se recuperarão rapidamente ao longo de 2023, considerando o desafiador cenário discricionário”, apontam.

O Bradesco BBI tem recomendação neutra para as ações da Grendene, com preço-alvo de R$ 7, praticamente estável em relação ao fechamento de R$ 6,98 da véspera.

Outros anúncios

A companhia ainda anunciou um novo programa de recompra de ações ordinárias para permanência em tesouraria e/ou posterior alienação ou cancelamento, sem diminuição do capital social.

O novo programa terá limite de aquisição de 5 milhões de ações, correspondentes a 1,9% das ações em circulação. O prazo máximo de aquisição é 517 dias, com início em 3 de março de 2023 e término em 31 de julho de 2024.

A empresa também anunciou a renúncia do Diretor Administrativo Financeiro, Rudimar Dall’Onder, continuando o mesmo a exercer a posição de Diretor Presidente da Companhia.

Assume o cargo de Diretor Administrativo Financeiro Alceu Demartini de Albuquerque, que exerce, desde 14 de abril de 2020, o cargo de Diretor de Relações com Investidores. Dessa forma, Demartini Albuquerque acumulará as funções de Diretor Administrativo Financeiro e Diretor de Relações com Investidores.