Grécia

Grécia está propondo tipo errado de acordo, diz economista do Berenberg

Schmieding diz que, dentro dos parâmetros gerais estabelecidos pelos credores, a Grécia propõe quase exclusivamente o aumento de impostos, em vez de reformas estruturais para o crescimento e cortes de gastos bem direcionados

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

O economista-chefe do Banco Berenberg, Holger Schmieding, afirmou que é uma boa notícia que a Grécia tenha apresentado propostas vistas pelos dois lados da negociação – o próprio governo de Atenas e seus credores – como a base para um acordo potencial. O problema, segundo o economista, é que os gregos apresentaram o tipo errado de acordo.

Schmieding diz que, dentro dos parâmetros gerais estabelecidos pelos credores, a Grécia propõe quase exclusivamente o aumento de impostos, em vez de reformas estruturais para o crescimento e cortes de gastos bem direcionados. “Isso iria repetir o erro crucial dos programas de ajuda de 2010 a 2013 para a Grécia, isto é, atingir a demanda agregada muito fortemente, em vez de elevar a oferta rápido”, afirmou o economista. Além disso, ainda não está claro se haverá ou não um encontro nos próximos dias, acrescentou ele.