Grazziotin (CGRA4) tem lucro 55% menor no 1º trimestre, a R$ 10,5 milhões

Resultado da empresa sofreu impacto do cenário macroeconômico incerto

Equipe InfoMoney

Publicidade

A Grazziotin (CGRA4) divulgou seu release trimestral consolidado do 1T23, com lucro líquido de R$ 10,5 milhões, desempenho 55,3% inferior na comparação com o mesmo período do ano passado.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) somou R$ 9,027 milhões, queda de 70,8%, com margem de 8,2%, ante 26,2% de um ano antes.

A receita líquida somou R$ 109,5 milhões, queda de 7,4%. Para compensar, a empresa buscou recuperar créditos, otimizar custos e gerir estoques, além de inaugurar uma nova loja.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

O projeto de integração entre estoque físico e digital também foi explorado. Com isso, a carteira ativa cresceu 115% e a inadimplência ficou em 17%. Um ano antes, os atrasos, acima de 60 dias, foram de 31%.

O desempenho da Companhia Grazziotin no 1T23 mostra que, mesmo em meio a um cenário macroeconômico incerto, a empresa conseguiu se manter ativa e buscar soluções para equilibrar as contas.