Elétricas

Governo pagará R$ 20 bilhões em indenizações para empresas elétricas

Caso as empresas não venham a aceitar a indenização do governo, elas deverão honrar os contratos até a data de vencimento

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O Ministério de Minas e Energia deve pagar R$ 20 bilhões às elétricas, de acordo com o DOU (Diário Oficial da União). O governo já havia sinalizado o pagamento desta quantia quando propôs a renovação dos contratos que vencem entre 2015 e 2017. 

A Chesf (Companhia Hidro Elétrica do São Francisco), subsidiária da Eletrobras (ELET3; ELET6) é a que receberá a maior quantia: R$ 6,7 bilhões. O grupo receberá, ao todo, R$ 14 bilhões – 70% de toda indenização concedida pelo governo. A companhia esperava indenização de cerca de R$ 30 bilhões pelas concessões.

Por sua vez, a Cesp (CESP6) receberá R$ 1 bilhão. As empresas terão de se posicionar sobre a renovação ou não das suas concessões. Caso não venham a aceitar a indenização do governo, elas deverão honrar os contratos até a data de vencimento. 

A maior parte das empresas havia protocolado na Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) o documento solicitando a renovação das concessões até o prazo estabelecido pelo governo, que era o dia 23 de outubro.