Tecnologia

Google na Rússia vai à falência após contas da empresa serem confiscadas

Movimentação do governo Putin teria impedido empresa de arcar com seus gastos

Por  Equipe InfoMoney

A Google (GOGL34) informou nesta quarta-feira (18) que a sua subsidiária russa declarou insolvência, após ter suas contas bancárias confiscadas pelo governo de Vladimir Putin. As informações são da Reuters.

Segundo um porta-voz da companhia, o confisco das contas bancárias tornou a operação da Google insustentável no país, com a empresa impedida de pagar funcionários e fornecedores e de cumprir obrigações financeiras. Não há, até então, informações se outros confiscos ocorreram.

O escritório do Google na Rússia enviou um aviso sobre a intenção de se declarar insolvente ao Fedresurs, espécie de Diário Oficial do país. “Desde 22 de março de 2022, (a empresa) prevê a sua própria insolvência e incapacidade de cumprir obrigações”, disse a nota.

A big tech estaria sob pressão na Rússia já há meses, o que se intensificou após o início da guerra do país com a Ucrânia. A empresa é acusada de não excluir do seu buscador conteúdo que Moscou considera ilegal e também de retirar conteúdo de alguns dos veículos ligados ao governo Putin do YouTube.

Google continua operando na Rússia

Apesar da declaração de insolvência, os sites e redes sociais do Google não deixaram de funcionar no país governado por Vladimir Putin. De acordo com a agência de notícias TASS, o diretor executivo (CEO) da Rostelecom, maior provedora de internet da Rússia, afirmou que a companhia americana continua operando normalmente no país – e devem continuar disponíveis.

A Google já havia, previamente, diminuído suas operações comerciais na Rússia desde o início da guerra, no dia 24 de fevereiro. Na ocasião a companhia afirmou que seus serviços continuariam disponíveis para a população russa.

O governo russo, do outro lado, apesar das constantes ameaças à Google, já afirmou que não pretende bloquear o YouTube e outros sites no país, reconhecendo oque isso prejudicaria os usuários.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe