GM anuncia pagamento de sua dívida com Tesouro norte-americano

Empréstimos sob financiamento do TARP foram inteiramente quitados; montadora também planeja novos investimentos

Por  Tainara Machado

SÃO PAULO – A General Motors anunciou o pagamento de US$ 4,7 bilhões ao governo norte-americano. De acordo com nota oficial publicada pelo Tesouro do país, a montadora quitou suas dívidas dentro do TARP (Troubled Asset Relief Program), programa de resgate às empresas com dificuldades durante a crise. 

Ainda de acordo com o comunicado, o pagamento ocorreu cinco anos antes do prazo de vencimento do empréstimo. Timothy Geithner, secretário do Tesouro, declarou que está “confiante sobre a companhia estar em um caminho forte rumo a viabilidade”. No entanto, isso não significa que todo o dinheiro investido na GM tenha sido pago: ainda restam US$ 2,1 bilhões em ações preferenciais e 60,8% de participação no capital ordinário.

Investimentos
Ao mesmo tempo que Ed Whitacre, CEO (Chief Executive Officer), anunciou o pagamentos da dívida da GM, o executivo também declarou novos planos de investimento. Seriam US$ 257 milhões nas fábricas de Detroit e Kansas City, o que, segundo Whitacre, irá beneficiar os contribuintes que tornaram o investimento possível.

A fábrica de Kansas City, que constrói os modelos Chevrolet Malibu e Buick Lacrosse, conseguirá assim manter os mais de 3.500 empregados ali. O executivo também antecipou a estreia do Chevrolet Volt, que será movido a energia elétrica, para outubro, em vez de dezembro. O modelo será produzido na fábrica de Detroit, que emprega mais de 1000 trabalhadores. 

 

 

 

Compartilhe